Prefeitura de Maringá cria 300 vagas para professor de 20 horas. Esta semana já havia sido publicada lei com 368 novos postos de trabalho

26 de junho de 2018
Há oportunidades abertas para o cargo de professor instrutor de doze áreas diferentes / mkaplus.com.br/

Deve passar de 2,7 mil para 3 mil o número de vagas de professor com regime de 20 horas semanais na rede pública municipal de ensino. Projeto de lei do Executivo de Maringá foi aprovado pela Câmara nesta terça-feira (26/6). O custo com salário base de cada professor, com um terço de férias, 13º salário e previdência, será de R$ 1.927,24.

O impacto mensal na folha de pagamentos será de R$ 578,1 mil, somando R$ 6,935 milhões por ano. Na mensagem de lei que acompanha o projeto, o prefeito Ulisses Maia justifica que a ampliação do número de cargos deve aumentar devido ao crescimento vegetativo da população e adaptação dos serviços às novas demandas.

Observa ainda que a ampliação de cargos “não significa o seu provimento imediato, pois trata-se de planejamento da secretaria de Recursos Humanos para que, havendo necessidade justificada, seja possível a contratação”. No Órgão Oficial de Maringá da última segunda-feira (25/6), foi publicada lei que criou outros 368 vagas em 17 cargos.

Os aumentos nos números de vagas por cargos da administração direta, segundo o secretário-chefe de Gabinete, Domingos Trevizan, não tem relação com os concursos públicos que tiveram a primeira fase das provas no último domingo (24/6). No próximo (1/7), serão aplicadas as últimas provas.

“Os cargos que estão sendo criados são para a estrutura administrativa, com o objetivo de garantir a ampliação dos serviços públicos, como novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), ampliações e novas unidades de saúde, entre outras. Não estão ligados ao concurso que está em andamento”, disse Trevizan.

O concurso tem 56.319 inscritos, que concorrem a 126 vagas estatutárias e 26 celetistas. As provas de títulos serão realizadas nos dias 2 e 3 de agosto, as de aptidão física no dia 5 de agosto e as provas práticas nos dias 5 e 12 de agosto.

A classificação final está prevista para 6 de setembro e as homologações finais acontecem em 15 e 19 de outubro O cargo mais concorrido é para Auditor-Geral, com 1.136 inscrições para uma única vaga.

  • Primeira atualização, com a inclusão da fala do secretário Domingos Trevizan, foi feita às 17h16 desta terça-feira (26/6).