Câmara envia moção de apoio ao secretário de Segurança pela permanência do delegado Luiz Alves, do caso Rigon, em Maringá

Por: - 15 de dezembro de 2017
Delegado Luiz Cláudio da Silva Alves, recebe apoio da Câmara de Maringá para permanecer na cidade

Após a última sessão legislativa ordinária do ano, realizada nesta sexta-feira (15/12), o presidente da Câmara de Maringá, Mário Hossokawa (PP), informou que será encaminhada ao secretário de Segurança Pública do Paraná uma moção de apoio pela permanência na cidade do titular da Delegacia de Furtos e Roubos e da Secção Antitóxicos, delegado Luiz Cláudio da Silva Alves.

O delegado Luiz Alves é o responsável pelo inquérito policial que investiga as agressões e o roubo de um Iphone do jornalista e blogueiro Angelo Rigon, ocorridos quando da aprovação da Comissão Processante que apura as denúncias de quebra de decoro parlamentar do vereador Homero Marchese (PV).

Na última quarta-feira (13/12), foi publicada uma portaria a determinando a transferência do delegado para a 56ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Reserva, município de 26 mil habitantes na região central do Paraná. A moção foi elaborada logo após a sessão e será encaminhada ainda hoje, após o recolhimento das assinaturas dos vereadores.

Moção elogia trabalho do delegado

A seguir, a íntegra da moção, que elogia o trabalho do delegado e que será enviada ao secretário estadual de Segurança Pública Wagner de Oliveira:

“Senhor Secretário,

Os adiante nomeados, vereadores com assento à Câmara Municipal, no uso de suas atribuições regimentais e em consonância com os anseios da sociedade maringaense, apresentam à Vossa Excelência Moção de Apoio desta Casa de Leis pela permanência em Maringá do delegado doutor Luiz Cláudio da Silva Alves, titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos e da Seção Antitóxicos da 9ª Subdivisão Policial de Maringá.

Ressalta-se que o doutor Luiz Cláudio tem tido um bom desempenho nas atribuições do seu cargo e obtido excelentes resultados no combate ao furto e roubo de veículos e ao tráfico de drogas na cidade de Maringá, razão pela qual sua permanência é de suma importância para a continuidade desse trabalho exitoso e para o bem da comunidade maringaense.

Na ausência de outro particular, e na certeza da valiosa atenção de Vossa Excelência, subscrevemo-nos com protestos de estima e consideração.”

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.