MARINGÁ – Secretaria de Esporte de Curitiba melhora estrutura, lança o Viva o Sábado e apoia atletas da capital

Em 2023, a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude investiu mais de R$ 70 milhões em infraestrutura, projetos e em cursos de qualificação para os servidores. Foi o maior orçamento da história de Curitiba no esporte.

Os curitibanos e curitibinhas se divertiram juntos. Com os programas Viva o Sábado, Lazer no Parque, e atividades como passeios ciclísticos regionais, caminhadas, aulas virtuais, ninguém ficou parado.

No Viva o Sábado, as famílias podem aproveitar de graça as piscinas e atividades disponíveis em espaços da Prefeitura aos sábados.

No Lazer no Parque, todos os domingos, sete locais de Curitiba (parques Barigui, Náutico, Atuba, Lago Azul, Yberê, Tropeiros e a Praça Afonso Botelho) têm oferta de jogos e brincadeiras gratuitas.

A Smelj também preparou a cidade para o futuro. Neste ano, o prefeito Rafael Greca sancionou a lei municipal n° 16.160, de criação do Sistema Municipal do Esporte e Lazer de Curitiba (Sestiba), envolvendo o poder executivo municipal e a sociedade civil e integrado ao Sistema Nacional do Esporte, na forma estabelecida pela legislação federal.

O Sestiba agora orienta as políticas públicas de esporte e lazer, estabelecendo diretrizes para a estrutura e funcionamento. O Fundo Municipal de Esportes foi criado simultaneamente. Com ele, a Smelj terá acesso a recursos de 22 fontes distintas, incluindo loterias, patrocínios e cobranças de inscrições.

A sanção da lei é um passo fundamental para que Curitiba seja a Capital Nacional do Esporte.

“Para isso é necessário que possamos construir legados. A aprovação do Sestiba é um legado que possibilitará à cidade aderir à Lei Geral do Esporte, promovendo também a criação de um fundo e aumentando as possibilidades de captação de recursos, o que irá proporcionar mais projetos para a comunidade”, explicou o prefeito Rafael Greca.

Infraestrutura no capricho

Entre reformas e revitalizações, em 2023 ficaram prontas as do Centro de Esporte e Lazer (CEL) Vila Oficinas, que foi completamente adaptado para práticas esportivas, paradesportivas e o treinamento de alto rendimento, a do Clube da Gente Bairro, com recuperação do telhado, manutenção da estrutura metálica e troca de luminárias comuns por LED, e a do CEL Xaxim – Vereador João Derosso, com adequação para melhor atendimento de paratletas.

Houve revitalização do CEL Bacacheri, com reforma das quadras de areia e pintura das quadras de pickleball, oferecendo aulas desta modalidade, bem como vôlei de praia e futevôlei.

“Estamos trabalhando para que a população tenha todos os espaços nas melhores condições possíveis para a prática de esporte e atividade física. Os curitibanos terão uma infraestrutura de primeiro mundo e poderão gastar muita energia nos centros que já foram e que estão sendo renovados”, disse o secretário Carlos Pijak Jr.

De fato, a infraestrutura para a prática esportiva evoluiu em 2023. Foram revitalizadas as quadras de tênis do Velódromo e do Jardim Ambiental e instaladas quadras de grama sintética nas praças Carlos Roberto Kaseker, no Boqueirão, Santa Rita, no Tatuquara, e José Fressato, na CIC. Modernos pisos modulares chegaram ao CEL Xapinhal, Avelino Vieira e Santa Rita, CIE CIC e Cejuv Eucaliptos.

A Praça Oswaldo Cruz agora tem uma quadra de paddle e o Parque Barigui, três quadras de pickleball.

Todos os equipamentos públicos geridos pela Smelj ganharam monitoramento eletrônico de segurança nos equipamentos.

Incentivo financeiro aos atletas 

O Programa Municipal de Incentivo ao Esporte fez a diferença na vida de atletas, treinadores e instituições esportivas em 2023. Foram atendidos 615 projetos com um investimento que superou os R$ 4 milhões.

O Programa Vale Transporte Esportivo contemplou 22 entidades com uma média mensal de mais de 5.000 repasses.

Com estes programas, atletas de ponta, como a curitibana Bárbara Domingos, a Babi, aparecem e se tornam campeões. Na ginástica rítmica, a atleta de 23 anos garantiu vaga para a Olimpíada de Paris 2024 e no último Pan-Americano, disputado no Chile, foi a atleta brasileira que mais ganhou medalhas – três de ouro e duas de prata.

“A Lei de Incentivo está tendo um efeito positivo. Vários atletas estão conquistando bons resultados e a tendência é de crescimento ainda maior”, comentou Bárbara.

Os atletas incentivados também ganharam a Academia do Atleta Curitibano e receberam o Cartão Academia, que oferta acesso a 14 academias públicas de Curitiba.

Em contrapartida, bateram o recorde de arrecadações de doações nas campanhas de contrapartidas sociais, como a inverno e de Páscoa.

Corridas e outros torneios

A Secretaria proporcionou competições esportivas em 2023, incluindo as Corridas Smart, com mais de 32 mil participantes e enfatizando o conceito Carbono Zero.

O Circuito Infantil Família Folhas envolveu cerca de 10 mil crianças em quatro etapas. A Maratona Carbono Zero promoveu sustentabilidade, distribuindo 1.200 mudas de árvores e compensando emissões de carbono.

Além disso, a Smelj realizou torneios inovadores, como os primeiros campeonatos de pickleball na região sul do Brasil, Aquathlon, Triathlon e BMX.

Parcerias em eventos

Em 2023, a Smelj apoiou mais de 100 eventos esportivos, impulsionando o turismo e a visibilidade de Curitiba. Foram estabelecidos 45 acordos de Cooperação Técnica para compartilhamento de recursos e conhecimentos.

O Projeto Nadando com Daniel Dias, do paratleta multicampeão, ofereceu aulas gratuitas de natação para 192 alunos com deficiência. A parceria com a Confederação Brasileira de Hóquei Sobre Grama levou o esporte a dois espaços, beneficiando 94 alunos.

A Copa Escolar 2023 reuniu mais de 100 escolas em 17 modalidades esportivas, incluindo 7 novas. E a 1ª Copa Curitibinha promoveu iniciação esportiva para crianças de 7 a 10 anos, enfocando modalidades adaptadas como handebol, futebol e vôlei em formato reduzido.

A cidade é campeã

Curitiba mais uma vez foi campeã dos Jogos da Juventude do Paraná, com uma delegação de 310 atletas.

Nos Jogos Paradesportivos do Estado (Parajaps), a cidade contou com a maior delegação da história, composta de 325 paratletas e mais uma vez foi campeã da competição.

Promoção do paradesporto

A Comissão de Paradesporto foi instituída com o objetivo de promover a inclusão de pessoas com deficiência e elaborar políticas públicas para o desenvolvimento das modalidades paradesportivas.

Crescimento do EE10

Apenas em 2023, 61 entidades esportivas foram credenciadas no Programa Escola + Esporte = 10 (EE10), cuja finalidade é desenvolver atividades de iniciação esportiva.

O EE10 soma mais de 12.500 crianças e jovens atendidos em contraturno escolar.

Juventude em ação    

A juventude de Curitiba aproveitou as atividades oferecidas pela secretaria.

Foram realizadas a Feira Juventude de Curitiba em Ação (com atividades de esporte e lazer, Festival Talento Jovem e Feira Jovem) e a Semana do Skate, com 2.051 participates.

Já a Semana da Juventude de Curitiba teve 61 ações nos 10 Núcleos Regionais, escolas estaduais, praças e parques de Curitiba, com a participação aproximada de 6.347 jovens e adolescentes.

Também foi realizada a Conferência Municipal da Juventude e reativado o Conselho Municipal da Juventude.

(Texto: SMCS PMC. Foto: Ricardo Marajó/SMCS PMC)

Últimas vagas de Empregos