Comitiva de gestores públicos e privados de Maringá vai a Medellín conhecer projetos de segurança e negócios. Câmara vota autorização

Por: - 29 de outubro de 2018
Medellín, Colômbia, que se tornou referência internacional após controlar a guerra entre carteis de traficantes de drogas

Uma comitiva de gestores públicos e privados de Maringá vai visitar Medellín, na Colômbia, para conhecer as estratégias de segurança pública e atração de investimentos que revolucionaram a cidade depois que as guerras entre os carteis de droga foram contidas.

O Projeto Medellín Ciudad Cluster teve foco no desenvolvimento da estratégia de cluster, sob o enfoque da “especialização inteligente” para atrair negócios e investimentos de alto valor agregado. A viagem é organizada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem).

Será realizada entre os dias 19 e 23 de novembro e, entre os convidados, estão dois vereadores. Na sessão da Câmara desta terça-feira (29/10) será votado o projeto de resolução que autoriza a licença do primeiro vice-presidente Mário Verri (PT) e do primeiro secretário Sidnei Telles (PSD).

O mesmo projeto define que as despesas, como pagamento de passagens aéreas e diárias, fixadas em R$ 900 por dia, não devem ultrapassar R$ 18 mil. Também deverão se juntar à comitiva gestores de outros seis órgãos, como Executivo Municipal e Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim).

Representando a prefeitura, irá o secretário de segurança pública, o tenente-coronel Antônio Roberto dos Anjos Padilha. Pela Acim, será o ex-presidente da entidade, José Carlos Valêncio. A presidente da Sociedade Rural de Maringá, Iraclézia Araújo será a representante do Convention Bureau.

Lidera a comitiva o presidente do Codem, José Roberto Matos, que organizou a visita. Integra o grupo o presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública, coronel Antônio Tadeu Rodrigues e um representante do Instituto Cultural Ingá, além de outros convidados.

No dia 27 de setembro, a Câmara de Maringá aprovou um projeto de lei do Executivo acrescentando um parágrafo e alterando um artigo da lei que regulamentou o pagamento de diárias da prefeitura, que havia entrado em vigor em julho deste ano. Foram incluídas normas para diária internacional.

O novo artigo diz o seguinte: “O Poder Executivo deverá regulamentar a norma acrescida por meio de decreto normativo, levando em conta o interesse público na participação do evento, bem como a razoabilidade dos valores, previamente analisados por setor competente”.

O valor da diária internacional ficou, portanto, para ser definido caso a caso, já que deve levar em consideração o interesse público. O prefeito Ulisses Maia foi convidado pelo Codem, no entanto declinou da viagem. Pela prefeitura, seguirá apenas o coronel Padilha. A comitiva terá 11 pessoas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.