Madero fecha loja no Maringá Park por falta de espaço físico para ampliação. Shopping, agora, pretende ampliar mix da Praça de Alimentação

Por: - 27 de abril de 2018

De dois, Maringá passou a contar com apenas um Restaurante Madero. A loja do Maringá Park Shopping Center fechou na última segunda-feira (23/4), resta agora a do Catuaí Shopping. O motivo, segundo a assessoria de comunicação do shopping, “deve ter sido a falta de espaço físico para ampliação, solicitada pelo Madero”.

“Há algum tempo o Madero solicitou um espaço físico de 500 m², mas o shopping não dispõe dessa área na Praça de Alimentação”, informou a assessoria, acrescentando que a direção do Maringá Park, agora, pretende utilizar o espaço vago para implantar outro tipo de operação gastronômica.

“A ideia é diversificar as opções na Praça de Alimentação, que já conta conta com outras duas lojas de hambúrgueres”, acrescentou. O Madero abriu a unidade no quarto piso do Maringá Park em agosto de 2014 e ocupava 54 m².

Em outubro de 2017 o Grupo Madero lançou uma nova marca, a Jerônimo. Começou com uma loja em Curitiba, já abriu outras duas este ano, em Porto Alegre e Brasília, e a meta é fechar 2018 com 21 novas hamburguerias, informou a assessoria de comunicação do grupo.

O foco das duas marcas, segundo a assessoria, são lojas em shoppings, “pela segurança, entretenimento e fluxo de pessoas que vão fazer compras e comer”. A diferença entre elas é que a Jerônimo só serve hambúrguer e salada, enquanto o Restaurante Madero oferta outros pratos e tem serviços de mesa. Daí a requisição de mais espaço no Maringá Park.

A rede de Restaurantes Madero atualmente tem 115 pontos de venda em 14 Estados e o plano de expansão 2018 objetiva abrir outras 29, no modelo de negócio de loja própria. São “pouquíssimas franqueadas, remanescentes do início das operações”, disse a assessoria de marketing.

No Paraná, existem lojas do Madero em 11 cidades e apenas em Curitiba, onde a rede foi criada, em 2005, são mais de um ponto de venda. Lá, são 14, em ruas e shoppings. Nas demais cidades, apenas uma cada – Maringá era exceção.

A Cozinha Central fica em Ponta Grossa, onde são preparados 2 milhões de hambúrgueres. A receita conta com 75% de carne e 15% de gordura. Também são feitos 1 milhão de pães e tudo é distribuído para as lojas da rede.

Uma curiosidade: o bacon utilizado nos lanches é defumado na Cozinha Central a partir de serragem de muiracatiara, árvore de madeira nobre, mais popularmente conhecida como aroeira, muito utilizada como palanque de cerca para bovinos, por ser resistente e durável.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.