Aos 8 anos, cantora mirim Íris Mantovani, tem ganhado destaque em Maringá. Ela começou aos 2 anos

Por: - 27 de novembro de 2019

Íris Mantovani tem apenas 8 anos, mas traz no currículo várias participações em programas de televisão e apresentações em eventos públicos e particulares. Em dezembro, ela vai fazer um show completo com canções de Natal no Parque do Japão e também confirmou presença em evento beneficente voltado a moradores de rua.  

A mãe de Íris, Eliana Mantovani, explicou que a filha subiu ao palco pela primeira vez quando cantou a música 9 meses de Bárbara Dias em uma homenagem às mães na Primeira Igreja Presbiteriana. Depois disso, se tornou solista mirim no coral da igreja que tinha pelo menos setenta vozes.

A família incentiva a carreira da pequena porque antes de começar a andar, ela já falava. Íris Mantovani começou as cantorias em casa aos 2 anos, mas segundo a mãe, Íris era desafinada e como gostava muito de cantar, a família decidiu colocá-la nas aulas de canto para aprender todas as técnicas.

Íris canta pop, rock nacional e internacional. Mas a mãe afirma que é o gospel que a filha ama cantar. No vídeo abaixo, gravado em outubro no Programa Cristina Calixto, Irís canta a música I Have Nothing, de Whitney Houston, uma das cantoras favoritas da menina. 

Íris Mantovani também faz shows beneficentes em asilos e casas de repouso. Em Maringá, já se apresentou no Asilo São Vicente e no Recanto Marimar, entre outras entidades. No dia 10 de dezembro, ela vai se apresentar no Projeto Ceia Solidária pelo terceiro ano consecutivo. A ação vai servir um jantar para moradores de rua no estacionamento do Estádio Willie Davids.  

Antes, no dia 7 de dezembro, a cantora mirim vai se apresentar na Maringá Encantada. O show que vai ser acompanhado de banda, backing vocal e dançarinas mirins vai ser realizado no Parque do Japão, a partir das 21 horas. O repertório é especial e vai ser composto de canções natalinas. 

Ninguém da família canta ou toca. Íris tinha um avô que sabia tocar mas ela não chegou a conhecer esse talento. Quando nasceu, o avô já estava bem doente com Alzheimer.

Íris também toca teclado simultaneamente. A mãe conta que em uma apresentação na festa de aniversário surpresa da melhor amiga, a menina surpreendeu a família pela simplicidade de como tudo aconteceu. “Ali foi real. Foi a primeira vez que ela cantou e tocou e quase chorou de emoção”, diz.

Eliana disse que a pergunta mais frequente que recebe em relação a filha é porquê ela não inscreve Íris para o The Voice Kids. A resposta é porque ela ainda não tem idade para fazer a inscrição, que é a partir de 9 anos.

Segundo Eliana, o show durante a Maringá Encantada é voluntário e a cantora mirim não recebe cachê. Os patrocinadores de Íris vão pagar os cachês dos músicos.

Para quem quiser acompanhar o trabalho de Íris de perto, é possível acessar o Instagram da cantora mirim ou a página oficial no Facebook. Veja abaixo a participação de Íris no programa Destaque da Rede Massa.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.