Táxi, banho e tosa em van a domicílio, acupuntura, crematório, resort, trono para fotos de animais e outras curiosidades. Maringá tem 161 pet shops

Por: - 7 de dezembro de 2018
Serviço de táxi para animal de estimação começou há quase dois meses em Maringá (Imagem/ Pet Táxi)

Há alguns anos, os serviços para animais de estimação se reduziam a banhos, tosas, vacinas e consultas veterinárias. Mas alguns estabelecimentos resolveram inovar e, em Maringá, tem apostas em serviços curiosos como hospedagem vip, acupuntura, alimentação saudável, crematório e até um trono bom pra cachorro.

Esse tipo de negócio tende a ser viável no país, já que o Brasil detém a 4ª maior população de animais de estimação do mundo, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Na cidade, o número de pet shops e de outros estabelecimentos de serviços para animais de estimação cresceu 5,2% neste ano ante 2017.

Segundo dados da secretaria municipal da Fazenda, no ano passado a cidade tinha aproximadamente 153 estabelecimentos voltados para o cuidado dos pets. Neste ano, são 161 lojas no segmento.

Além da mudança nos serviços, alguns locais onde há pouco tempo a entrada dos animais era proibida, começaram a apostar em atividades específicas para os pets. No Shopping Catuaí, por exemplo, foi criado um trono exclusivo para fotos dos bichos ao lado do trono do Papai Noel na decoração de Natal.

O Trono Pet fica aberto de segunda a sábado das 14h às 22h e aos domingos das 14h às 20h. Desde 2012, o shopping permite a entrada de animais de estimação de pequeno, médio e grande portes na área comum e em lojas identificadas. O Catuaí também exibe o selo pet friendly, que significa “amigo dos animais”.

Trono exclusivo para tirar foto dos pets ao lado do Papai Noel no Shopping Catuaí (Imagem/Divulgação)

Acupuntura e fisioterapia pets

Quem disse que bichinho de estimação não pode fazer acupuntura, fisioterapia e ter uma alimentação saudável? A Seikou Vet, clínica de acupuntura e fisioterapia veterinária, oferece serviços como magnoterapia, para alívio de dor e relaxamento muscular, acupuntura, esteira aquática e natação. Os preços das sessões variam de R$ 70 a R$ 110.

A técnica reiki, um sistema natural de harmonização e reposição energética dos animais por meio das mãos, também é um dos serviços prestados. De acordo com a veterinária e dona da clínica, Miriam Onuma Sasazawa, o método pode ajudar a resolver problemas de ansiedade e comportamento.

A veterinária também monta cardápios de alimentação saudável para os bichos. “É como se fosse uma alimentação de gente, com carboidrato, arroz, mandioca, entre outros alimentos. Assim como uma nutricionista, a gente também faz uma suplementação dependendo da necessidade do animal”.

Pet shop móvel ou pet táxi na praça

Alguns animais de estimação ficam agitados quando vão para banho ou tosa. Penando nisso, Sérgio Motta resolveu apostar no segmento e criou um pet shop móvel. O Motta Pet Shop funciona há cerca de dois anos e, atualmente, tem duas vans que vão à casa dos bichos para prestar os serviços.

Outra curiosidade é um táxi para os animais de estimação. O Pet Táxi surgiu há quase dois meses e leva o cão ou o gato para consulta, feira de adoção, banho, tosa e até cirurgia. O dono pode escolher se vai junto ou não e a tarifa da corrida é definida pela distância percorrida.

O transporte não é feito em furgões ou motos: o passageiro vai no banco com proteção de segurança, como se estivesse em um passeio. A ideia dos namorados Thalisson de Araújo Vieira e Thayná da Cruz Dutra surgiu depois de constatar que muitos motoristas de aplicativos não aceitavam animais.

“Minha irmã tem um cachorro grande e que solta bastante pelo. Quando ela chamava o motorista, o carro parava na frente dela, via o cachorro e o motorista falava que não podia levar porque ia sujar”, conta o casal.

Para pedir uma corrida para o seu animalzinho, basta mandar mensagem ou ligar para o Pet Táxi pelo telefone (44) 99908-4328. O serviço funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 20h e sábados e domingos das 8h às 17h.

Na Avenida Euclides da Cunha, Zona 5, placa orienta os donos no passeio com os animais (Imagem/Reprodução)

Crematório e sala de velórios para animais

Outro serviço diferenciado na cidade é o Estrelinhas no Céu Crematório Pet, para que os donos possam se despedir do animal de uma forma digna e que não prejudique o meio ambiente. O Estrelinhas no Céu tem quatro unidades do crematório no Paraná e uma rede de cidades credenciadas. Em Maringá, o serviço existe há dois anos.

O estabelecimento oferece duas formas de cremação, a individual e a coletiva. Na individual, o animal é cremado sozinho e as cinzas entregues dentro de uma urna para o dono. Na cremação coletiva, o bicho de estimação é cremado com outros animais e as cinzas espalhadas em um jardim do Estrelinhas no Céu em Arapongas, onde fica a sede do crematório.

O local trabalha com pronto-atendimento e planos preventivos a partir de R$ 15,90 por mês. No momento da morte do pet, os funcionários do crematório vão buscar o corpo. Se o dono preferir, o Estrelinhas no Céu tem uma sala de velório e o corpo é preparado para uma celebração de despedida. A cremação ocorre em Arapongas e pode ser acompanhada de Maringá por vídeo.

Férias dos donos em hotéis

Nessa época de fim de ano, quando alguns donos de animais viajam, a demanda por locais que prestam serviços de hospedagem animal aumenta. No Hotel Chácara Cãopacabana Palace, restam apenas seis vagas de hospedagem para o fim de ano.

O local, que funciona como hospedagem e também creche às terças e sextas-feiras, aceita no máximo 30 cachorros de porte pequeno. Para reduzir o estresse dos cãezinhos com os fogos de ano novo, os canis são equipados com luz especial, música e ar-condicionado.

A ideia de prestar esse tipo de serviço é do casal Cristina Passos e Renato Carvalho. Os dois moravam na região central de Maringá, mas com o grande número de cães que adotavam das ruas, resolveram se mudar para uma chácara e começaram a oferecer hospedagem para outros cães.

Cristina conta que, durante o dia, os cães brincam pelo gramado e os que participam da creche também têm aulas de natação na piscina. “A noite, cada um vai para o seu canil. Dentro de casa também tem quartos com ar condicionado em que eles também podem ficar”.

A diária custa R$ 70 e, a partir de quatro dias de estadia, os donos podem fechar pacotes com valores mais baixos. Já no “Auau Resort“, que também funciona como creche e hospedagem, a proprietária Ana Paula Padoam Castro diz que a maioria das 30 vagas para Natal e Ano Novo já foram preenchidas.

A diária também custa R$ 70 e os donos podem fechar pacotes para vários dias de estadia. No local, os pets também ficam soltos e, além das atividades na água, o resort também oferece atividades de relaxamento.

“O horário de relaxamento é após o almoço, quando eles ficam quetinhos e a gente faz massagem neles. Alguns dormem e outros ficam se divertindo com os brinquedos”, diz Ana Paula.

Confira o guia do Maringá Post de hotéis para animais de estimação.

Artigos Relacionados

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS