Rural abre inscrições para projeto “Leite que Educa”, que vai premiar as melhores esculturas produzidas com materiais recicláveis vindos de leite e derivados

Por: - 26 de março de 2018
Projeto da SRM quer incentivar alunos a criarem esculturas a partir de embalagens de leite

Foram abertas nesta segunda-feira (26/3) as inscrições do projeto “Leite que Educa”, promovido pela Sociedade Rural de Maringá (SRM), com apoio da Emater e do Núcleo de Produtores de Leite da região.

O objetivo é mostrar a alunos e professores de escolas estaduais do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) a relevância da produção e do consumo de leite e derivados por pessoas de todas as idades.

A ideia é desenvolver esculturas com material reciclado que façam alusão ao leite. O trabalho pode ser feito em grupos de 3 a 5 alunos, com um professor responsável.

Os autores dos três melhores trabalhos serão premiados: 1º lugar, uma bicicleta para cada um dos membros do grupo; 2º lugar, um tablet para cada; 3º lugar, fones de ouvido com bluetooth. O professor também ganha um notebook.

As escolas participantes deverão fazer uma seletiva e encaminhar os melhores trabalhos para a SRM até 20 de abril. As esculturas que serão expostas entre 3 e 13 de maio na Expoingá 2018, quando serão escolhidos os vencedores.

O resultado e a premiação acontecerão no dia 14 de maio, encerramento do evento.

Objetivo é destacar a produção de leite na região

Diretor primeiro-secretário da SRM, Ademir Teixeira de Moraes, contou que “o projeto busca a evidenciar a produção do leite até ao consumo, destacando todos os envolvidos no processo”.

“Aproveitar garrafas e caixinhas de leite para desenvolver algo novo, mostrando que o que é produzido não é lixo e sim uma oportunidade de reaproveitamento”, complementou.

Outro objetivo é criar um espaço interativo entre os jovens estudantes e a feira. “É uma ação social e acreditamos que pode criar um envolvimento mais direto entre os alunos e a Expoingá, agora com algo que eles próprios criem, além de todos os espaços que eles visitam gratuitamente”, declarou Moraes.

O Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá conta com 118 escolas e colégios que podem participar do concurso, espalhados por 25 municípios. Todos podem se inscrever. O projeto “Leite que Educa” será realizado pela primeira vez.

As inscrições podem ser feitas pelo site do projeto.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.