Hospitais de Maringá e Londrina tem funcionários infectados por covid-19

Nesta edição o destaque é os casos de contaminação por covid-19 por funcionários do Hospital Psiquiátrico e a casos confirmados na Santa Casa de Londrina que afastou vários funcionários da instituição de saúde da cidade.

Confira todos os assuntos

  • Números do covid-19 em Maringá e no estado:

A Prefeitura de Maringá apresentará a taxa de ocupação por covid-19 nos boletins diários. A atualização já vale para essa quarta, 20. Confira na imagem.

O documento de hoje mostra que, infelizmente, a cidade tem mais uma alta no registro de casos positivos em 24h, com 19 novas confirmações. Maioria dos resultados positivos é de pessoas novas e mulheres. Também há registro de 1 criança de 2 anos com covid-19.
2 homens, de 29 e 34 anos, são pacientes do hospital psiquiátrico.

Dos 9 pacientes internados, 4 estão na uti e 5 em enfermaria. Os óbitos permanecem 6.

A secretaria de estado da saúde do estado divulgou ontem o informe epidemiológico da covid-19 com o total de 2.616 pessoas infectadas no paraná, com 136 a mais do que no último boletim e sete mortes confirmadas, somando agora 137 mortes. Foi o maior aumento de mortes e de casos em um dia, o secretário de saúde preto atribuiu a elevação ao aumento de atividades nas últimas semanas.

  • Funcionários afastados:

Em londrina, a coisa está complicada na Santa Casa, foi confirmaram 15 casos vários funcionários foram afastados, e aqui em Maringá uma situação parecida no hospital psiquiátrico, com funcionários isolados.

  • Câmara em alerta:

E uma coisa puxa a outra, uma assessora do gabinete do vereador Mario Verri, testou positivo para covid-19 depois de visitar filho que estava no HPM, o gabinete do vereador foi isolado, mas a câmara toda esta com muito medo.

  • Uso de Máscara:

Em Maringá as multas para quem não estiver usando máscara começa a partir da próxima segunda feira, para pessoas físicas a multa varia de 106 a 533 reais, pessoas jurídicas 2.132 a 10.660 reais.

Assista à edição completa:

Jovem Pan
O trabalho da Rádio Jovem Pan atende aos anseios de seus ouvintes: “nosso público é exigente, quer a melhor informação, o jornalismo correto e analítico. Por esse motivo, a Jovem Pan se desdobra e está sempre à frente de seu tempo, com iniciativas pioneiras que se tornaram norma básica nesta casa”, diz o diretor-presidente da emissora, Antonio Augusto Amaral de Carvalho – o Tuta – acrescentando que a credibilidade da Jovem Pan vem da informação responsável e sem distorções, que analisa e esclarece com a atenção voltada exclusivamente ao ouvinte, o que representa uma forma de atuação no seu próprio tempo.
Últimas vagas de Empregos