Representantes da Federação e Associação dos motociclistas falam sobre a manifestação dos motofretistas

Nesta edição o destaque é para manifestação dos motofretistas em Maringá no próximo sábado (18). Existe um consenso pela manifestação a favor de melhores e formas do trânsito ser mais seguro para categoria. Mauro Garcia representando da Federação Nacional dos Motociclistas, e Carlos Beto atual presidente da ASSONMOTO falaram a respeito da manifestação.
Outro destaque foi a forte chuva em Maringá nesta quinta-feira (16). Mais de 30 árvores sofrem queda na cidade deixando mais de 6 mil residências sem energia.

Confira todos os destaques desta edição:

  • Perturbação do Sossego

Na manhã desta quinta-feira, 16, ocorreu uma reunião com moradores do Jardim Universitário e do Jardim Aclimação, com a Polícia Militar na sede do 4º batalhão, e o assunto foi a Perturbação de sossego.
Denúncias podem ser feitas pelo telefone 190 da PM, 153, da Guarda Municipal, e 156, da secretaria de meio ambiente.

Pelo menos 30 árvores caíram nesta quinta-feira (16), em Maringá com a tempestade que se abateu no início da tarde.

O número é do sistema da defesa civil. Também caíram 17 galhos grandes, além de uma fachada de um estabelecimento e um poste de energia quebrado. Houve também danos nas estruturas natalinas, na Praça da Catedral.

  • Manifestação dos motofretista

Um encontro entre representantes de motofretistas e o Secretário da Mobilidade Urbana de Maringá selou a paz entre os dois lados, e com mediação do Deputado Estadual do Carmo (PSL) para fechar um acordo desde que declarações do Secretário Gilberto Purpur não foram bem aceitas por motociclistas que trabalham com frete.

Mauro Garcia representante de Federação Nacional do Motociclistas comentou sobre a manifestação apoiando o pedido de mais segurança no trânsito. Por telefone a participação de Carlos Berto, presidente da ASSONMOTO, e fala sobre essa manifestação marcada para o fim de semana.

Assista à edição completa:

Jovem Pan
O trabalho da Rádio Jovem Pan atende aos anseios de seus ouvintes: “nosso público é exigente, quer a melhor informação, o jornalismo correto e analítico. Por esse motivo, a Jovem Pan se desdobra e está sempre à frente de seu tempo, com iniciativas pioneiras que se tornaram norma básica nesta casa”, diz o diretor-presidente da emissora, Antonio Augusto Amaral de Carvalho – o Tuta – acrescentando que a credibilidade da Jovem Pan vem da informação responsável e sem distorções, que analisa e esclarece com a atenção voltada exclusivamente ao ouvinte, o que representa uma forma de atuação no seu próprio tempo.
Últimas vagas de Empregos