15 de março, Dia Nacional da Escola

Imagem: Freepik

Hoje, 15 de março, é comemorado o Dia Nacional da Escola.

Aqui no Brasil, os primórdios dessa instituição de ensino vieram dos jesuítas, com as suas motivações de transmitir a fé cristã e o ensino religioso para os indígenas que aqui habitavam, eles organizaram as primeiras escolas no país. Quando os jesuítas foram expulsos de Portugal e das colônias, em 1759, o cargo de educadores que eles ocupavam ficou vago por muitos anos.

A educação brasileira passou por diversas mudanças ao longo dos anos. A educação infantil, por exemplo, só passou a ser inclusa como primeira etapa da educação básica em 1996, com a A Lei de Diretrizes Básicas (LDB) n°9394/96. A LDB foi sancionada no governo Fernando Henrique Cardoso em 20 de dezembro de 1996, e é válida até os dias de hoje.

A constituição prevê que a educação é um direito de todos, mas ainda existem muitas barreiras que precisam ser derrubadas para tornar isso uma realidade. O estudo “Cenário da Exclusão Escolar no Brasil – um alerta sobre os impactos da pandemia da Covid-19 na Educação”, feito pela UNICEF e Cenpec Educação e divulgado no ano passado, mostrou que mais de 5 milhões de meninas e meninos não tiveram acesso à educação no Brasil até novembro de 2020.

Uma das figuras brasileiras do meio educacional mais importantes, Paulo Freire (1921-1997), afirmava que uma pessoa conseguiria transformar o mundo apenas depois de tomar consciência de sua história e de suas capacidades, e tudo isso deveria começar na escola, pela educação. Em seu poema intitulado “A Escola É”, ele diz por fim, “É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo.”.

Maringá

Na sessão ordinária de hoje (15), na Câmara Municipal, a Comissão de Educação protocolou um requerimento, questionando a falta de planejamento para o retorno das aulas presenciais, visto que, além de outros pontos, quantidade insuficiente de professores e profissionais de apoio pedagógico tem sido a reclamação mais recorrente nas instituições.

Segundo dados do IBGE de 2019, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no início do Ensino Fundamental Municipal foi de 7,2. Os dados de 2020 mostram que Maringá possui 126 escolas e 2.592 docentes no Ensino Fundamental.

Mesmo que a data de hoje não seja feriado, é importante para a conscientização dos alunos, da família e até mesmo dos professores. A educação é o que molda as pessoas. É por meio da boa educação e ensino que mudanças na sociedade, na economia, nas relações humanas e na busca dos direitos acontecem. 

Paraná

Estudantes e professores da rede estadual de ensino do Paraná produziram dez projetos científicos, e são finalistas da 20ª edição da Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia). O programa, que busca estimular a cultura científica e divulgar pesquisas de todo o Brasil, acontecerá online neste ano, a partir desta segunda-feira (14).

O Paraná é o terceiro Estado com o maior número de finalistas, atrás somente de São Paulo e Rio Grande do Sul, somando 41 projetos ao todo. Além dos dez da rede estadual, há seis de instituições federais de ensino e 25 de escolas particulares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.