Maringá FC derrota o União, sobe para 4° e se garante nas quartas de final do Paranaense

Como já há algum tempo o Maringá Futebol Clube vinha naquela cadência ganha-uma-perde-outra-ganha-uma-perde-outra, era de se supor que este domingo era dia de perder, já que tinha vencido o confronto de quarta-feira contra o Operário, depois de perder a anterior para o São-Joseense. Mas, decidiu contrariar a cadência, bateu o União por 2 a 0 lá em Francisco Beltrão, chegou a 16 pontos e assumiu a quarta posição na tabela.

Com a vitória, o Maringá matematicamente garantiu a vaga nas quartas de final do Campeonato Paranaense e já sonha com vaga na Copa do Brasil e na 3ª Divisão do Brasileiro.

Apenas 2 pontos separam o Maringá FC do Coritiba, que está na liderança do Paranaense.

Dominar foi fácil, marcar nem tanto

Na zona de rebaixamento e com apenas 4 pontos em nove partidas, o União precisava da vitória de qualquer jeito e entrou em campo com uma estratégia que tanto atacava muito e com perigo, quando soube se defender. Mas, o Maringá FC foi superior desde o início, mas não conseguia transpor as defesas do time de Francisco Beltrão. Tanto que só conseguiu fazer gols de pênalti.

Aos 43 minutos do primeiro tempo, Alemão sofreu pênalti que ele mesmo cobrou, com força, no meio do gol, para abrir o placar.

O técnico Jorge Castilho fez todas as mudanças a que tinha direito, inclusive praticamente todo o ataque que terminou o jogo era bem diferente do que o que o iniciou.

Mirandinha, que fez dupla com Alemão no ataque, precisou deixar o campo por contusão e em seu lugar voltou Robertinho, que é o titular da posição.

Outras mudanças foram feitas pelo técnico. Saiu Denoni, entrou Breno Luiz e no lugar do sempre eficiente Bianqui entrou Felipe Macedo. Mas a alteração mais importante foi no ataque, com a entrada de Diogo Vitor e de Deivid, com a saída de Alemão.

Foi a estreia de Diogo Vitor pelo Maringá. Atleta com passagens pelo Santos, Corinthians e Cruzeiro fez valer sua experiência e comandou o até que, aos 36 minutos, numa jogada entre ele e Deivid, a defesa do União acabou cometendo penalti. Diogo Vitor cobrou e marcou seu primeiro gol com a camisa do Maringá Futebol Clube, apenas alguns minutos após a estreia.

Torcedor também está convocado

Na próxima rodada, sábado, dia 26, o Maringá FC joga no Willie Davids contra o vice-líder Cascavel e conta com o apoio de sua torcida, que está garantindo a terceira melhor média neste campeonato, atrás somente de Athletico e Coritiba. A expectiva é de que a presença do público seja ainda maior do que nos jogos anteriores.

Outro ponto a favor do Maringá é o fato de ele não ter perdido no WD nesta temporada.

O Cascavel é o vice-lider do campeonato, com os mesmos 18 pontos do Coritiba, 2 pontos à frente do Maringá. Neste sábado empatou com o Azuriz sem gols, jogando em Pato Branco.

Caso o time maringaense cumpra a tradição de vencer em casa, ele sobe para 19 pontos e vai brigar pela ponto, podendo se tornar vice-líder ou até líder se o que parece impossível acontecer: o Coritiba não conseguir ganhar do Azuriz em Pato Branco.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.