Justiça absolve ex-prefeito de Quinta do Sol que ofereceu picanha grátis à população

Compartilhar

Foto: Reprodução / BocaSanta

O ex-prefeito de Quinta do Sol, João Claudio Romero, ganhou na justiça o direito de oferecer uma festa com picanha grátis à população da cidade, em 2019. A festa foi para celebrar os 55 anos do município e contou com duas toneladas de picanha bovina, preparada na chapa, e servida aos moradores que comprovaram residência na cidade.

A festa foi alvo de uma ação judicial movida pela ONG Vigilantes da Gestão Pública, de Curitiba, que tentou suspender o evento, alegando desperdício de dinheiro público. A ONG também criticou a divulgação da festa na página do município, como se fosse uma realização do prefeito. Porém, a Justiça não aceitou o pedido da ONG e permitiu a realização da festa.

Em maio de 2022, o juiz Silvio Hideki Yamaguchi, da Comarca de Engenheiro Beltrão, julgou a ação improcedente e absolveu o ex-prefeito. O juiz entendeu que os serviços contratados foram prestados e revertidos à população da cidade e que não houve prejuízos aos cofres públicos nem irregularidades pela prefeitura e pelo ex-prefeito.

A ONG recorreu da sentença ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), mas também teve o recurso negado. A decisão se tornou definitiva em setembro do ano passado e não cabe mais recurso. O advogado do ex-prefeito, Danilo Daher, comemorou o arquivamento da ação e disse que ‘justiça foi feita’. Ele afirmou que o ex-prefeito sempre agiu de acordo com as normas legais e os princípios constitucionais, em favor da população.

Fonte: Tribuna do Interior


Compartilhar