Equipe de enfermagem mostra como flagrante de estupro foi gravado

Imagem: UOL 

A equipe de enfermagem que gravou o estupro da gestante, cometido por Giovanni Quintella Bezerra, mostrou em vídeo divulgado pelo portal UOL, como o flagrante foi realizado.

As enfermeiras mostraram que esconderam o celular dentro de um armário, na sala de cirurgia. O móvel, que fica posicionado em um dos cantos da sala, permitiu que o celular captasse as ações do anestesista, que não eram enxergadas pelo restante da equipe, principalmente por conta do lençol cirúrgico que separava Giovanni do restante dos profissionais.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro ouviu na terça-feira (12), o depoimento da equipe de enfermagem que flagrou o crime do anestesista.

Segundo a delegada Bárbara Lomba, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), de São João, a vítima ainda não sabe do crime.

De acordo com a delegada, a paciente está sendo acompanhada pela família e sem contato com noticiários.