Guarda e Polícia Civil realizam fiscalização de ferros-velhos de Maringá

A operação de fiscalização já resultou na prisão de três comerciantes por receptação qualificada, no dia 11 de junho.
Foto: Divulgação

Para coibir a prática de receptação de materiais metálicos, muitas vezes furtados de instalações públicas e propriedades privadas, a Guarda Civil Municipal e a Polícia Civil realizaram mais uma fiscalização em ferros-velhos de Maringá na última quarta-feira, 22.

Cerca de 20 agentes das forças de segurança trabalharam na operação. Dez estabelecimentos foram fiscalizados e três comerciantes foram autuados em flagrante por receptação qualificada por adquirirem produtos furtados, principalmente fiação de cobre.

Os proprietários dos dez estabelecimentos fiscalizados foram orientados pelas equipes de segurança, para que não comprem materiais sem origem comprovada. Caso suspeitem que o produto é furtado, a orientação é que os comerciantes denunciem à polícia.

“A parceria entre a Polícia Civil e a Secretaria de Segurança de Maringá tem trazido reflexos positivos no combate aos crimes de receptação de produtos furtados”, destaca o secretário de Segurança, Ivan Quartaroli.

Coordenada pela Polícia Civil, a operação já resultou na prisão de três comerciantes por receptação qualificada, no dia 11 de junho. Além disso, em um ferro-velho localizado no Parque Itaipu foram encontrados mais de 50 quilos de fios de cobre desencapados e prontos para serem comercializados. Em outro local, na Avenida 19 de Dezembro, as equipes encontraram outros objetos sem procedência, como cilindros de gás carbônico, ferramentas e peças de bicicleta, além de um crucifixo que pode ter sido furtado do Cemitério Municipal de Maringá.