Fundação Luzamor tem evento de reabertura nesta sexta-feira (24)

luzamor

Cerimônia de reabertura da Fundação Luzamor conta com show de Wagner Barreto e espetáculo com bonecos “A Corrente Azul”.
Foto: Divulgação

Depois de ter passado um longo período paralisado, a Fundação Cultural e Educacional Luzamor abre suas portas para a cerimônia de reabertura.

O local foi fundado em 1975 pelas irmãs Sumiko e Yaeko Miyamoto, mas foi apenas em 1989 que o auditório foi inaugurado. É uma instituição sem fins lucrativos que promove a cidadania por meio de projetos nas áreas de cultura e educação, se tornando palco para diversos espetáculos de música e arte.

luzamor
Fundação Cultural e Educacional Luzamor de Maringá / Foto: Divulgação

Hoje, a instituição é tombada como Patrimônio Histórico do município, mas, desde a morte das irmãs Miyamoto, (a última faleceu em 2013), o espaço começou a enfrentar dificuldades. Projetos culturais como o “Convite à Música” migraram para outros teatros e, com isso, houve um acúmulo de dívidas.

Durante o período da pandemia do coronavírus, o Luzamor também teve que paralisar o funcionamento de suas atividades. Em seguida, houve uma invasão e furto no prédio – ocasião em que toda a fiação foi roubada, inviabilizando qualquer atividade no local.

Em prol da revitalização do auditório Luzamor, a classe artística de Maringá, assim como diversas instituições e produtores culturais se mobilizaram para levantar recursos e trazer a instituição de volta aos dias de glória – esforços que resultaram na cerimônia de reabertura marcada para esta sexta-feira (24).

Serão realizados duas apresentações, sendo uma na sexta (24) e a outra no sábado (25), na Rua Néo Alves Martins, número 1704.

A apresentação na sexta-feira (24) conta com o show de Wagner Barreto, cantor e instrumentista paranaense que foi campeão da primeira edição do The Voice Kids Brasil, em 2016.

Wagner Barreto / Foto: Reprodução – Instagram

No sábado (25), será realizado o espetáculo “A Corrente Azul”. O enredo da peça, escrito por Majô Baptistoni e inspirado no livro de Eliana Palma, conta a história de um menino autista que muda de cidade e precisa enfrentar as dificuldades de adaptação numa escola nova.

Peça “A Corrente Azul” / Foto: Reprodução – Youtube

O valor dos ingressos para as duas apresentações é R$50,00.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.