Expoingá 2022 é considerada “Feira da superação”

Depois de quatro adiamentos da Expoingá, o evento deste ano superou expectativas, o que resultou na melhor Feira de todos os tempos.
Foto: Expoingá

Encerrada neste domingo (11), a 48ª Expoingá  já é considerada uma das maiores de todos os tempos e deve entrar para a história, também, como a Feira da superação, dadas todas as dificuldades que foram transpostas para que o evento acontecesse, após a paralisação causada pela pandemia em diversos setores da economia, especialmente o de eventos.

A resposta tanto dos expositores, quanto do público, que lotou o parque de exposições durante os onze dias do evento, foi surpreendente e o resultado deve superar as marcas registradas nas edições anteriores, na comercialização e presença de visitantes, segundo a avaliação da Sociedade Rural de Maringá (SRM), realizadora da feira, que é considerada uma das cinco maiores do gênero no país.

Os números serão fechados nos próximos dias pelos organizadores, mas a avaliação inicial é de que a Expoingá 2022 foi “extremamente positiva”, conforme ressalta a presidente da SRM, Maria Iraclézia de Araújo.

Movimentação

Foto: Expoingá

Do setor de pecuária, com 27 raças de animais expostos, entre bovinos, equinos e ovinos, milhares de pequenos animais,  passando pelo segmento de máquinas e implementos agrícolas, automóveis, agroindústria familiar  à gastronomia, os expositores  se disseram satisfeitos com as possibilidades proporcionadas pela Feira.

Foto: Expoingá

Um diferencial da feira deste ano foi que os visitantes pareciam ter vindo com a intenção e propósito de conhecer e fazer negócios, não apenas especular. Pessoas de várias cidades estavam presentes na Expoingá 2022, como São Pedro do Ivaí, Paranavaí, Londrina, além de Maringá e cidades vizinhas, o que garantiu grande movimento e negociação.

Alimentação

Foto: Expoingá

No setor de alimentação, além do grande movimento das pequenas barracas, que comercializam em grande quantidade todo tipo de guloseima, destaque para a Arena do Churrasco, onde dez estações com chefs gourmets operaram atendendo aos variados gostos dos visitantes.

O espaço, com apresentações culturais todas as noites, chegou a receber 50 mil pessoas.

Agroindústria familiar

Foto: Expoingá

Alguns produtores ficaram receosos de não obter público na Expoingá 2022 – devido à pandemia do Coronavírus -, mas foram surpreendidos com a movimentação dos consumidores. Segundo Maria Lúcia dos Santos, coordenadora da Associação Regional da Agroindústria, haviam 25 estandes na feira deste ano e o resultado foi satisfação geral.

Financeiro

Entre as cooperativas de crédito estavam presentes a Sicredi União PR/SP e a Cresol, nova em Maringá. Há muito tempo, já havia uma grande expectativa com a retomada das Feiras e dos grandes eventos e a Expoingá superou essas expectativas.

O presidente da Sicredi União PR/SP , Wellington Ferreira, destacou a presença da cooperativa, ligada diretamente ao agronegócio e grande repassadora de crédito rural, como “fundamental para o contato com o grande público e produtores rurais”. Segundo ele, é importante apoiar todos os eventos que agreguem ao produtor rural, apresentando tecnologias e soluções que facilitem o dia a dia das suas atividades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.