Combate à dengue: Prefeitura recolhe 800kg de materiais que acumulam água

Em ação de combate à dengue dengue, Prefeitura de Maringá recolheu cerca de 800 kg de materiais que acumulam água em casa no Conjunto Requião.
Foto: Rafael Macri / PMM

Segundo informações do Índice de Infestação do Aedes Aegypti de Maringá (LIRA), publicado nesta quarta-feira (5), Maringá está com risco alto de infestação de dengue. São dados preocupantes que deixam a cidade em alerta.

De acordo com o percentual do índice por Unidade Básica de Saúde (UBS), a região do Guaiapó-Requião apresentou maior índice de infestação (12,3%).

Com isso, a Prefeitura de Maringá segue com ações de combate à dengue. Além dos mutirões, vistorias e fumacê, entre outras, as equipes fiscalizam denúncias de lixo em quintais.

Entre segunda-feira, 2, e terça, 3, equipes da Secretaria de Limpeza Urbana recolheram cerca de 800 kg de entulho e materiais que acumulam água em uma única casa no Conjunto Requião – ou seja, na região com maior índice de infestação em Maringá.

 Foto: Rafael Macri / PMM

A ação foi realizada após denúncia registrada na Ouvidoria Municipal. O proprietário foi notificado para realizar a limpeza do imóvel em 15 dias. Como a limpeza não foi feita, ele foi multado em R$ 589,50 e as equipes recolheram os materiais. Foram necessários dois caminhões para coleta.

COMO DENUNCIAR?

Situações de lixo podem ser denunciadas pela Ouvidoria Municipal por meio do aplicativo Ouvidoria 156 Maringá, pelo telefone 156 e ainda pelo site da prefeitura. O denunciante tem a garantia do sigilo, basta indicar essa opção. O aplicativo está disponível para Android ou iOS.

Após fiscalização, se constatada a denúncia, o município notifica o proprietário do imóvel para fazer a limpeza. Dentro de 15 dias, se o proprietário não fizer a limpeza ou não informar que a mesma foi feita, ele é multado. Os valores variam entre R$ 393 a R$ 30 mil, de acordo com o tamanho do terreno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.