Maringá deve chegar em situação de epidemia da dengue

dengue

Se os números de casos da dengue continuarem subindo, Maringá entrará em situação de epidemia da doença.

O aumento de casos de Dengue nas últimas semanas tem demonstrado uma situação de transmissão sustentada que deve ser mantida nos próximos dias.

Segundo informações da prefeitura de Maringá, é provável que em breve o município ultrapassará o indicador de 300 casos a cada 100 mil habitantes, o que configurará uma situação de epidemia. Esse quadro ocorre ao mesmo tempo em que todo o estado do Paraná e várias regiões do Brasil passam por situação crítica, com elevação de casos de dengue. Inclusive, com o recente anúncio feito pela secretaria estadual de Saúde que declarou, no último dia 19 de abril, Estado de Epidemia de Dengue no Paraná.

Veja o boletim de arboviroses divulgado pela Secretária de Saúde de Maringá:

Boletim de arboviroses no município de Maringá – Divulgado no dia 27 de abril.

No Paraná

De acordo com o boletim semanal da dengue, o estado do Paraná já ultrapassa 90 mil casos confirmados da doença. Esse número demonstra um aumento cerca de 30% em relação aos números do informe anterior.

Segundo os dados da Secretaria de Estado de Saúde, cinco pessoas já morreram em decorrência da doença desde o início do período sazonal. Os óbitos foram confirmados nos municípios de Nova Esperança, Arapongas, Tapira, Matelândia e Medianeira.

Transmissão

As arboviroses (dengue, zika e chikungunya) são transmitidas pela picada do Aedes aegypti. É necessário ficar atento a possíveis criadouros do mosquito e, assim, eliminar esses locais de risco, para evitar a propagação das doenças. É fundamental que a pessoa identifique os sintomas das arboviroses para buscar o serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequado, o quanto antes.

Mutirão de limpeza

Foto: Aldemir de Moraes / PMM

Nesta quinta (28) e sexta-feira (29), está sendo realizado um mutirão de limpeza contra a dengue em Maringá. Está sendo feita uma vistoria de casas e coleta de materiais recicláveis como papel, papelão e plástico e materiais que acumulam água como caixas d′água, vasos sanitários, pneus e outros materiais que possam acumular água.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.