Juiz de futebol recebe título de Mérito Comunitário da Câmara de Maringá

14 de setembro de 2021
juiz de futebol
O juiz maringaense Paulo Roberto Alves arbitrando partida do Campeonato Brasileiro Foto: Divulgação

Na ausência de um clube de futebol que conquiste corações e mentes dos maringaenses, tal qual acontecia nas décadas de 1960 e 1970 do século passado, Maringá homenageia o árbitro que representa a cidade nas principais divisões do futebol brasileiro. O juiz de futebol Paulo Roberto Alves Júnior foi homenageado pela Câmara de Maringá com o título de Mérito Comunitário nesta terça-feira, 14.

A homenagem foi proposta pelo vereador Onivaldo Barris (PSL). O homenageado é árbitro de futebol e membro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desde 2018 e sua meta é integrar os quadros da Fifa, a Federação Internacional de
Futebol.

O árbitro agradeceu a homenagem e destacou o apoio da família e dos amigos. O pai e o avô dele foram jogadores profissionais de futebol. “Agradeço esse reconhecimento da Câmara, é uma alegria e uma honra ser homenageado nesta Casa. Agradeço principalmente à minha família e aos meus amigos que sempre me apoiaram.”

juiz de futebol
Paulo Roberto Alves recebe a homenagem proposta por Onivaldo Barris Foto: TV Câmara

O vereador Onivaldo Barris contou um pouco da história do árbitro. “Nosso homenageado começou sua trajetória em 2005, aqui em Maringá. Formado pela Federação Paranaense de Futebol, em 2006 começou a atuar em competições estaduais. Em 2012 ele passou a fazer parte do cobiçado quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), onde apenas 13 árbitros do Estado estão incluídos.”

Barris parabenizou o homenageado pelo trabalho realizado e destacou o orgulho por ele levar o nome de Maringá às várias cidades onde atua. “É uma alegria que Maringá tenha destaque nas competições nacionais, sobretudo em uma profissão complexa com a de árbitro. Parabéns pela sua atuação.”

Outros vereadores também elogiaram o árbitro de futebol, lembrando-o que ele carrega a responsabilidade de representar bem a cidade no âmbito nacional, uma vez que há 40 anos o futebol local não decora.