Painel do Café, encomendado por Américo Dias, será reinaugurado nesta segunda-feira no Calil Haddad

30 de agosto de 2021
Painel do Café
O painel volta a ter a nobreza de quase 70 anos atrás Foto: Aldemir de Moraes
Restaurado, limpo, em casa nova e – o que é mais importante – protegido, o Painel do Café, que há quase 70 anos estampava uma das paredes do histórico Bar Colúmbia, no Centro de Maringá, será entregue nesta segunda-feira, 30, à visitação do público no Teatro Calil Haddad.
O painel, que por décadas ficou abandonado no fundo de lojas que se sucederam no espaço que pertenceu ao Bar Colúmbia – chegou a ter pregos fincados nos azulejos para pendurar objetos -, foi tombado pelo Patrimônio Histórico, retirado de onde estava, restaurado e instalado no teatro, onde será tratado com a importância que tem para a história de Maringá.
“Esse é um momento histórico e de muita alegria com a participação de pioneiros da cidade. Pessoas que frequentaram o Bar Colúmbia onde o painel foi colocado originalmente. Agora a população também poderá visitar a obra”, comenta o secretário de Cultura, Victor Simião.
O painel foi feito pelo artista plástico Waldemar Moral. O dono do Bar Colúmbia era o empresário cerealista Américo Dias Ferraz, que foi prefeito de Maringá entre 1957 e 1960.
O painel tem 7m95 de largura e 2m40 de altura. Cada azulejo tem 15 x 15 centímetros. A imagem é uma representação da colheita do café, cultura comum em diversas regiões do país na década de 1950.
A empresa Forlight, de São Carlos, ganhou a licitação em 2017 e retirou as 848 peças do painel para restauração. Trabalho foi detalhado e cuidadoso para não perder a originalidade.
A solenidade de hoje contará com a participação de pioneiros da cidade, da Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Maringá, entre outros.