Grudi é um dos suspeitos do assassinato Thainara e Janine no Requião

Por: - 16 de junho de 2021
Thainara e Janine
Thainara e Janine tinham alugado a casa um dia antes do assassinato

O indivíduo Gustavo José Quirino Vicente da Silva, conhecido pela alcunha de Grudi, de 22 anos, preso nesta terça-feira em Mandaguaçu, pode ser o atirador que na madrugada de 30 de maio matou Janine Naomi Ferreira, de 20 anos, e a transexual Thainara Moraes, de 19, em uma casa entre o Conjunto Requião e o Jardim Paulista, na zona norte de Maringá. Thainara e Janine foram mortas com mais de 10 tiros.

A prisão de Grudi foi feita pela Polícia Civil em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça depois que as investigações apontaram que ele seria um dos assassinados e que o crime pode ter sido uma execução relacionada ao tráfico de drogas.

As investigações continuam e agora a polícia pretende chegar ao outro assassino e descobrir a mando de quem foi feita a execução das duas jovens.

O crime aconteceu durante a madrugada em uma casa que Thainara e Janine haviam alugado um dia antes. Dois rapazes também estavam no domicílio.

Segundo as apurações policiais, Janine foi abordada na rua por dois homens, levada para dentro de casa, onde Thainara dormia. A moça foi colocada na mesma cama da transexual e ambas foram alvejadas por mais de 10 tiros de pistola.

 

Fórum das Mulheres cobra a polícia

O assassinato de Janine e Thainara movimentou instituições ligadas aos direitos da mulher e contra a violência, que passaram a cobrar agilidade das autoridades na investigação do caso.

As entidades destacavam a possibilidade de tratar-se de crimes de feminicídio e homofobia, além de envolver racismo, já que as duas jovens eram negras.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.