Prefeitura envia à Câmara projeto de lei que prevê distribuição de absorvente íntimo

Por: - 4 de maio de 2021
absorvente
Projeto de lei será enviado na quarta-feira (5/5) / AEN

A Prefeitura de Maringá envia nesta quarta-feira (5/5) para a Câmara de Vereadores o projeto de lei criado pela Secretaria da Mulher que pretende dar mais dignidade às jovens que não têm condições de adquirir absorvente íntimo. De acordo com o projeto, o município vai promover o fornecimento do produto para mulheres em vulnerabilidade social e realizar a distribuição em locais públicos.

A secretária da Mulher, Terezinha Pereira, diz que é preciso dar condições para a aquisição de absorventes para melhorar a autoestima das jovens. “Há estimativas de que 30% das brasileiras não têm dinheiro para comprar absorvente. Precisamos quebrar este ciclo de pobreza que leva a problemas psicológicos destas meninas e também à perda de aulas prejudicando o processo educacional”, afirma a secretária.

O prefeito Ulisses Maia (PSD) ficou sensibilizado com a situação e disse que o projeto é uma forma de contribuir para a quebra do ciclo de pobreza que envolve famílias em situação de pobreza. “É um absurdo pensarmos que existam jovens nesta situação. Apoiamos integralmente o projeto da Secretaria da Mulher para que possamos reverter esta situação. Por isso, vamos possibilitar o acesso gratuito a quem necessitar de absorventes íntimos e não possuir condições de comprá-los”, diz o prefeito.

As informações são da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá 

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.