Cadastro do auxílio para profissionais de eventos começa nesta terça-feira (6/4)

Auxílio

A Prefeitura de Maringá inicia nesta terça-feira (6/4) o cadastro para profissionais do setor de eventos que desejam solicitar auxílio financeiro de R$ 1 mil. A inscrição deve ser feita pelo site da prefeitura em um formulário disponível a partir desta terça. Os profissionais podem fazer o cadastro até 12 de abril.

O benefício de R$ 1 mil será pago em duas parcelas de R$ 500. A prefeitura disponibilizou  R$ 1 milhão para atender mil profissionais. Podem solicitar o auxílio financeiro os trabalhadores do setor de eventos que moram e atuam em Maringá e ficaram sem trabalho devido à pandemia da Covid-19 (veja abaixo todos os critérios).

Após o cadastro, a Secretaria de Trabalho e Renda vai fazer a validação do auxílio entre os dias 13 e 21 de abril. O resultado com os profissionais contemplados será publicado dia 22 de abril. A primeira parcela do benefício será paga entre 23 e 30 de abril e a segunda parcela do dia 24 a 31 de maio.

Veja quais categorias podem receber o benefício

  • Técnicos de eventos (iluminação, cenógrafos, som, figurino, produção e montagem);
  • Músicos de eventos;
  • Garçons de eventos;
  • Fotógrafos de eventos;
  • Cinegrafista de eventos;
  • Decoradores de eventos;
  • Recepcionistas de eventos;
  • Assessores/promotores de eventos;
  • Confeiteiros de eventos.

Veja os critérios para receber o auxílio

  • Os profissionais devem ter atuado social ou profissionalmente no setor de eventos nos 24 meses anteriores à publicação da lei;
  • Não pode ter emprego formal ativo, com registro de contrato vigente em Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;
  • Os trabalhadores não podem ser titulares de benefício previdenciário ou assistencial ou serem beneficiários do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o Programa Bolsa Família;
  • Não exercerem, a qualquer título, cargo, emprego ou função pública em quaisquer das esferas de governo;
  • Ser residente de Maringá;
  • Ter idade igual ou maior de 18 anos.

E se o número de inscritos for superior ao previsto?

Caso, após o cadastramento, o número de inscritos e habilitados ao pagamento do auxílio superar o limite de beneficiários, deve ser atendido preferencialmente o trabalhador que:

  • For provedor(a) de família monoparental, ou seja, quando apenas um dos pais é responsável pela família;
  • Possuir filho(s) menores em idade escolar, devidamente matriculado(s) em instituição de ensino;
  • For pessoa com deficiência;
  • Ter 60 anos ou mais;
  • Ter, por conta dos impactos da pandemia, ficado sem renda nos últimos três meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *