Vacinação contra Covid-19 começa na quarta-feira (20/1) em Maringá, confirma prefeito

Por: - 18 de janeiro de 2021
Prefeito Ulisses Maia (PSD) recebeu insumos para início da campanha de vacinação na cidade / PMM

A Prefeitura de Maringá manteve a previsão inicial e a expectativa é que a vacinação contra Covid-19 na cidade comece na quarta-feira (20/1), às 10h, no Hospital Municipal. A data foi confirmada pelo prefeito Ulisses Maia (PSD) em entrevista coletiva nesta segunda-feira (18/1) na 15ª Regional de Saúde de Maringá.

O início da imunização era incerto após a Índia negar ao governo brasileiro a entrega de 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca na sexta-feira (15/1). A previsão é que as doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, cheguem na terça-feira (19/1) em Maringá. Apesar disso, ainda não há informações sobre a quantidade de doses que a cidade vai receber.

Segundo o diretor da 15ª Regional de Saúde de Maringá, Ederlei Alkamin, a expectativa é que sejam enviadas doses suficientes para atender todo o grupo prioritário previsto nesta primeira fase da campanha de vacinação. De acordo com ele, são 18 mil pessoas nos 30 municípios que fazem parte da regional, entre profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus e idosos que vivem em instituições de longa permanência.

“Não sabemos ainda o quantitativo de vacinas que vamos receber. Esperamos receber tudo [para atender o grupo prioritário], mas com essa situação de não vir a vacina da Índia  acredito que vai ter uma diminuição no quantitativo que viria para nós”, disse Alkamin.

O diretor explicou que o quantitativo de vacinas recebido pela 15ª Regional de Saúde será divido por dois para garantir a aplicação da primeira e segunda doses. O intervalo entre as doses é de três semanas. Ele estima que aproximadamente 70% da quantidade de vacinas recebida será destinada para Maringá, que concentra o maior número de pessoas que serão imunizadas entre os municípios da regional.

A expectativa da Prefeitura de Maringá é que a cidade receba quantidade suficiente de vacinas para aplicar a primeira e segunda doses. Segundo o município, a cidade tem 405 idosos em instituições de longa permanência e aproximadamente oito mil profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus.

Para evitar aglomerações, o prefeito Ulisses Maia informou que a vacinação dos profissionais de saúde será realizada nos próprios locais de trabalho. Os idosos serão vacinados nas instituições.

Nesta segunda-feira, o prefeito recebeu os insumos para a campanha de vacinação contra a Covid-19 na cidade. De acordo com diretor da 15ª Regional da Saúde de Maringá, Ederlei Alkamin, são 100 mil itens. Desses, 48 mil são seringas e 40 mil carteirinhas de vacinação.

O Ministério da Saúde distribuiu 242.880 doses da CoronaVac para o Paraná na manhã desta segunda-feira. Segundo o governo federal, nesta primeira fase 126.481 pessoas devem ser imunizadas no Paraná. São pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas, pessoas com deficiência institucionalizadas, população indígena e trabalhadores da saúde.