Começa o verão 2020/2021. Estação vai ser marcada pela influência do fenômeno La Niña

Nesta segunda-feira (21/12), às 7h02, começou o verão no hemisfério sul do continente americano. A estação, que terminará no dia 20 de março de 2021 às 6h38, tem como uma das principais características os dias mais longos que as noites.

De acordo com o boletim climático do verão 2020/2021 do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR), a previsão da nova estação é de forte atuação do La Niña, fenômeno oceânico-atmosférico que resulta no esfriamento atípico das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical, com potência entre fraco e moderado.

No boletim climatológico, o instituto aponta que a temperatura média do ar está prevista para ficar próxima à média climatológica durante os meses de janeiro, fevereiro e março, e alerta para dias seguidos com temperaturas elevadas. Confira o mapa com as temperaturas médias esperadas para a estação.

Mapa do Paraná com as temperaturas médias da estação/ Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IAPAR/EMATER)

O prognóstico para a chuva no estado está abaixo da média histórica e com distribuição irregular. Além disso, terão dias seguidos de tempo seco e quentes, e a ocorrência de tempestades isoladas, acontecimento típico do verão. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou alerta de tempestade para esta segunda-feira (21/12) e incluiu o risco de ter até granizo em Maringá e região.

Acesse a reportagem que fala sobre a previsão do tempo para a semana em Maringá e sobre o aviso meteorológico do INMET. Alerta de tempestade para o primeiro dia de verão inclui Maringá. Instituto Nacional de Meteorologia fala em risco de granizo.

O dia amanheceu com tempo instável no Paraná. Nesta segunda-feira (21/12) às 7h02 “tem início a estação do verão no Hemisfério Sul. No Paraná, a estação começa com tempo instável. Neste início de manhã, áreas de instabilidades com chuvas e descargas elétricas avançam do Paraguai e Mato Grosso do Sul em direção as regiões paranaenses. Neste momento, são registradas chuvas nas regiões sudoeste, oeste e noroeste do estado. A imagem dos radares do Simepar mostra as áreas de chuvas chegando ao estado”, relatou o meteorologista Paulo Ricardo Bardou Barbieri pouco antes das 7 horas no portal do Simepar.

O Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR) prevê ocorrência de chuvas mais frequentes que as registradas na primavera.

O panorama para o primeiro trimestre de 2021 segue com uma perspectiva de recuperação lenta dos níveis dos reservatórios de abastecimento de água no estado do Paraná, inclusive na Região Metropolitana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *