Começa o verão 2020/2021. Estação vai ser marcada pela influência do fenômeno La Niña

Por: - 21 de dezembro de 2020
Imagem Ilustrativa/ Agência Brasil

Nesta segunda-feira (21/12), às 7h02, começou o verão no hemisfério sul do continente americano. A estação, que terminará no dia 20 de março de 2021 às 6h38, tem como uma das principais características os dias mais longos que as noites.

De acordo com o boletim climático do verão 2020/2021 do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR), a previsão da nova estação é de forte atuação do La Niña, fenômeno oceânico-atmosférico que resulta no esfriamento atípico das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical, com potência entre fraco e moderado.

No boletim climatológico, o instituto aponta que a temperatura média do ar está prevista para ficar próxima à média climatológica durante os meses de janeiro, fevereiro e março, e alerta para dias seguidos com temperaturas elevadas. Confira o mapa com as temperaturas médias esperadas para a estação.

Mapa do Paraná com as temperaturas médias da estação/ Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IAPAR/EMATER)

O prognóstico para a chuva no estado está abaixo da média histórica e com distribuição irregular. Além disso, terão dias seguidos de tempo seco e quentes, e a ocorrência de tempestades isoladas, acontecimento típico do verão. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou alerta de tempestade para esta segunda-feira (21/12) e incluiu o risco de ter até granizo em Maringá e região.

Acesse a reportagem que fala sobre a previsão do tempo para a semana em Maringá e sobre o aviso meteorológico do INMET. Alerta de tempestade para o primeiro dia de verão inclui Maringá. Instituto Nacional de Meteorologia fala em risco de granizo.

O dia amanheceu com tempo instável no Paraná. Nesta segunda-feira (21/12) às 7h02 “tem início a estação do verão no Hemisfério Sul. No Paraná, a estação começa com tempo instável. Neste início de manhã, áreas de instabilidades com chuvas e descargas elétricas avançam do Paraguai e Mato Grosso do Sul em direção as regiões paranaenses. Neste momento, são registradas chuvas nas regiões sudoeste, oeste e noroeste do estado. A imagem dos radares do Simepar mostra as áreas de chuvas chegando ao estado”, relatou o meteorologista Paulo Ricardo Bardou Barbieri pouco antes das 7 horas no portal do Simepar.

O Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR) prevê ocorrência de chuvas mais frequentes que as registradas na primavera.

O panorama para o primeiro trimestre de 2021 segue com uma perspectiva de recuperação lenta dos níveis dos reservatórios de abastecimento de água no estado do Paraná, inclusive na Região Metropolitana de Curitiba.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.