Governo do Paraná diz que vai pedir suspensão do reajuste na tarifa de água e esgoto

Por: - 27 de agosto de 2020
Reajuste valeria a partir de 31 de outubro / AEN

O Governo do Paraná informou, na noite de quara-feira (26/8), que vai pedir a suspensão do reajuste na tarifa de água e esgoto da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). O aumento de 9,62% foi homologado na terça-feira (25/8) pelo Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar).

Segundo a Agepar, o reajuste valeria a partir de 31 de outubro. A previsão da Sanepar era que o aumento tivesse impacto integral para o consumidor a partir de dezembro.

Em nota, o governo informou que o pedido de suspensão será encaminhado à Agepar por meio da Procuradoria-Geral do Estado. Segundo o governo, “o reajuste compromete ainda mais o orçamento doméstico de grande parte da população, que já convive com a queda de renda em razão dos efeitos adversos da pandemia do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e também por causa da calamidade hídrica”.

A Sanepar havia solicitado o reajuste tarifário anual para ser aplicado em maio. Porém, no mês de abril, devido aos impactos econômicos causados pela pandemia da Covid-19, a Agepar suspendeu os reajustes tarifários dos serviços regulados no Estado por 60 dias.

A determinação foi prorrogada por mais 60 dias e foi encerrada em 17 de agosto. Em função da pandemia e da crise hídrica no Estado, a diretoria da Agepar tinha postergado o início da vigência da nova tarifa da Sanepar para 31 de outubro.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.