Página independente no Instagram mostra em gráficos a evolução da Covid-19 em Maringá

Por: - 18 de agosto de 2020
Página do Instagram produz gráficos sobre a evolução do novo coronavírus com dados divulgados pelo município / Reprodução Agência Brasil

Há cinco meses, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, números e boletins se tornaram recorrentes. Com o tempo e a quantidade de informações, pode ficar a impressão de que se tratam apenas de números que acabam despercebidos. No Instagram, um perfil independente acompanha a evolução diária da Covid-19 em Maringá por meio de gráficos.

A página @covid19.mga não tem ligação com a Prefeitura de Maringá e utiliza dados divulgados pelo município nas redes sociais ou no site Notifica Saúde. O perfil mostra a evolução do número de casos confirmados, suspeitos, mortes, a taxa de ocupação dos leitos de UTI, a matriz de risco do município e outras informações.

Na ferramenta destaques do Instagram ou na legenda das publicações, a página explica de forma detalhada cada dado apresentado. O perfil é administrado pelo biólogo e mestrando em ecologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) Bruno Mioto, de 23 anos.

Nas publicações, a namorada dele, a bióloga Laís Yamada, de 24, ajuda com a tradução de alguns termos para expressões mais conhecidas pelo público em geral.

Em abril, Bruno Mioto começou a publicar os gráficos na página pessoal dele no Twitter. Com baixo alcance, há um mês, resolveu migrar para o Instagram. Atualmente, o perfil tem mais de 3,5 mil seguidores e publica diariamente oito gráficos detalhados sobre a evolução da Covid-19 em Maringá.

“Tenho exatamente as mesmas informações que qualquer cidadão. Tenho que esperar o post da prefeitura para pegar os dados, colocar em uma planilha e montar os gráficos”, diz Mioto. Ele gasta algumas horas do dia para organizar os dados e produzir os gráficos. Todo o trabalho é voluntário, sem nenhum tipo de patrocínio.

Para o mestrando, além de funcionar como uma espécie de repositório dos dados, a página no Instagram, ao publicar as informações por meio de gráficos detalhados, ajuda as pessoas a entenderem o contexto da pandemia na cidade. E se os números estão em estabilidade ou crescimento. O perfil utiliza, por exemplo, a média móvel de sete dias para que uma queda ou alta significativas sejam equilibradas.

“Hoje vivemos, além de uma pandemia do coronavírus, uma pandemia de informação. As pessoas têm muitas informações na internet e isso acaba até atrapalhando a interpretação dos números. O objetivo da página é mostrar os números, sejam bons ou ruins para a cidade, para que as pessoas tirem suas próprias conclusões”, afirma Bruno Mioto.

Segundo ele, em relação aos casos confirmados, não é possível descrever com certeza o cenário atual. Maringá passa por uma abertura progressiva e algumas atividades ainda funcionam com restrições, o que pode influenciar na disseminação do vírus. “O gráfico que fica mais claro é que nos últimos meses têm havido mais óbitos do que nos anteriores e esses óbitos ocorreram sem o sistema de saúde quebrar”, diz.

Na segunda-feira (17/8), Maringá registrou 82 novos casos de coronavírus e nenhum novo óbito. O município também corrigiu alguns dados e retirou cinco casos positivos por se tratarem de moradores de outras cidades. Entre esses casos estava uma morte. Com essa atualização, Maringá tem 4.758 casos confirmados e 74 mortes em decorrência da Covid-19.

Veja abaixo os gráficos mais recentes publicados pelo perfil @covid19.mga na segunda-feira (17/8).

View this post on Instagram

📆17/08/2020 +82 casos confirmados Essa é uma página independente, não temos nenhum vínculo com a Prefeitura de Maringá. Todos os dados são extraídos dos Boletins Diários disponibilizados pela Prefeitura. O que esses gráficos querem dizer? 1️⃣ O 1º gráfico exibe o número total de confirmados com COVID-19, junto também do número de casos ativos na cidade, que não superaram a doença. A média móvel de 7 dias é utilizada para que uma queda ou alta muito discrepantes não traga falsas conclusões, como mostrado no Destaque dos Stories.📈 2️⃣ O 2º gráfico busca trazer de forma mais geral as informações da COVID-19 na cidade. Temos o nº de Suspeitos (pessoas com sintomas sem o resultado do teste), Confirmados e Óbitos. Juntos dos dados exibimos também os principais decretos que podem influenciar na progressão do vírus na cidade.📊 3️⃣Aqui apresentamos o número diário de casos confirmados na cidade. A média móvel ajuda a minimizar o "ruído" da informação. 4️⃣ Infelizmente os óbitos aparecem diariamente, então fizemos um acompanhamento dos óbitos por COVID-19 na cidade. 5️⃣ Este 5º gráfico exibe o nº de pessoas que procuraram uma unidade de saúde com sintomas gripais nas últimas 24h. 6️⃣ Este é o gráfico da ocupação total de leitos da UTI-Adulto na cidade. A linha pontilhada colorida é o limite atual do sistema de saúde. Logo abaixo em verde temos os leitos exclusivos para COVID-19 que estão contido no geral. A linha pontilhada preta representa 80% da ocupação da UTI 🏥 7️⃣ O 7º gráfico representa o número de pacientes Suspeitos ou Confirmados internados na cidade. 🏥 8️⃣ Essa é a Matriz de Risco utilizada pela Prefeitura. Ela foi feira por técnicos da Saúde com base nos parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Acha importante o conteúdo da página? Divulgue para seus amigos! Ficou alguma dúvida? Coloque nos comentários. Sua dúvida pode ser de outros também! Siga a página para acompanhar a progressão de COVID-19 na cidade.

A post shared by Gráficos COVID-19 – Maringá-PR (@covid19.mga) on

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.