Grupos de risco ainda podem se vacinar contra a gripe. Restam mais de 30 mil doses

Por: - 16 de junho de 2020
Todos os grupos de risco da campanha de vacinação 2020 podem se vacinar contra a gripe enquanto durarem os estoques
Para se vacinar contra a gripe é obrigatória a apresentação de documento pessoal com foto e carteirinha na recepção da UBS / Foto: Divulgação

Para todos que pertencem aos grupos de risco da Campanha de Vacinação de 2020, a vacina contra a gripe continua a ser aplicada em todas as 26 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Maringá. A ação prossegue de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, enquanto durar os estoques das 32,7 mil doses disponíveis.

Para receber a imunização, é obrigatória a apresentação de documento pessoal com foto e carteirinha na recepção da UBS. Além dos documentos, portadores de doenças crônicas devem levar uma prescrição médica de até dois anos, resultado de exame recente, ou outro documento que comprove a comorbidade na hora da vacinação.

Os profissionais da saúde que ainda não se vacinaram, além dos documentos pessoais e carteira de vacinação, devem comprovar que trabalham na área da saúde. A comprovação pode ser feita por meio do crachá, holerite, carteira de trabalho, carteira profissional ou declaração do empregador.

Além de doentes crônicos e profissionais da saúde, podem se vacinar crianças de seis meses a menores de seis anos, pessoas com 55 anos ou mais, gestantes ou puérperas, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com deficiências, caminhoneiros, trabalhadores de forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, motoristas e cobradores do transporte coletivo.

Segundo a assessoria da prefeitura, é importante que os idosos aproveitem a oportunidade para colocar em dia a caderneta de vacinação. As vacinas ajudam na prevenção de algumas doenças que sempre aparecem nesta época do ano, como a influenza H1N1 e a febre amadela.

Desde a segunda quinzena de março, durante todo o período da campanha 2020, Maringá imunizou cerca de 120 mil pessoas. O grupo com maior adesão à vacina foi o de funcionários do sistema prisional, cumprindo mais de 140% da meta de vacinação.

No total, foram 53.898 idosos vacinados, 12.630 trabalhadores da saúde e 27.963 portadores de doenças crômicas. A menor adesão à vacina foi das gestantes, com apenas 47% da meta.

Crianças de seis meses a menores de seis anos, puérperas e professores, atingiram pouco mais de 50% da meta de vacinação.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.