Vacinação contra a gripe é liberada aos portadores de doenças crônicas. São mais de 25 mil doses

Por: - 16 de abril de 2020
Secretaria de Saúde adota nova estratégia de aplicação da vacina/ Thiago Louzada / PMM

A segunda fase da vacinação contra a gripe começa nesta quinta-feira (16/4). Nesta fase, devem se vacinar portadores de doenças crônicas não transmissíveis, de 6 a 59 anos, e trabalhadores da área da saúde. Para essa fase, Maringá recebeu 25 mil doses enviadas pelo Governo Federal.

As vacinas vão ser aplicadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para evitar aglomerações e reforçar a prevenção ao coronavírus, a Secretaria de Saúde adotou nova estratégia de aplicação da vacina.

Diferentemente da antiga estratégia, onde as vacinas eram feitas em 37 pontos espelhados por Maringá, os beneficiados por essa nova fase da campanha devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência.

Além dos documentos pessoais e carteira de vacinação, os portadores de doenças cronicas devem levar uma prescrição médica de até dois anos, resultado de exame recente, ou outro documento que comprove a comorbidade na hora da vacinação.

Os profissionais da área da saúde devem se vacinar até sexta-feira (17/4). Para essa categoria, a vacinação sera feita da 10h às 16 horas, na Subseção Maringá do Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Para se vacinar, os profissionais devem apresentar os documentos pessoais, carteira de vacina e comprovação de que trabalha na área da saúde. A comprovação pode ser feita por meio do crachá, holerite, carteira de trabalho, carteira profissional ou declaração do empregador.

Para esta nova fase de vacinação contra a gripe, o Ministério da Saúde também incluiu profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade, caminhoneiros e motoristas do transporte coletivo e portuários.

Entretanto, ainda não há data para começar a vacinação desses grupos em Maringá.

“Divulgaremos novas estratégias conforme disponibilidade de doses, provavelmente na próxima semana. Desta forma, enfatizamos que os demais grupos aguardem a divulgação de trabalho para atendê-los de forma a evitar aglomerações e exposição às situações de risco para o coronavírus”, afirma a coordenadora de Imunobiológicos da Secretaria de Saúde de Maringá, Edlene Goes.

A próxima etapa da campanha de vacinação está programada pelo Ministério da Saúde para 9 de maio. Nesta fase serão vacinados professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, indígenas, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.