Empresas e entidades entregam R$ 1,5 milhão em equipamentos ao Hospital Universitário de Maringá

Por: - 12 de junho de 2020
Equipamentos doados por empresários para o Hospital Universitáriol de Maringá / Divulgação

A Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) entregou na quarta-feira (10/6), dez monitores e mil máscaras N95 para o Hospital Universitário de Maringá (HUM).

Os equipamentos foram comprados com a parceria de empresas e entidades, como o Sicoob Metropolitano e o Sinduscon/PR-Noroeste.

Os monitores são destinados aos novos leitos para pacientes da Covid-19 e as máscaras vão ser usadas por profissionais da área de saúde.

Elas foram importadas pela ACIM e têm aprovação do Inmetro, conforme teste de eficiência de filtração bacteriana.

Nos próximos dias devem dez respiradores que a ACIM comprou, em março, para os novos leitos. E também serão entregues mais três mil máscaras para o HUM. No total, a entidade adquiriu 20 mil máscaras N95, suficientes para suprir a demanda dos profissionais da saúde durante a pandemia.

A entidade também comprou oxímetros, medidores de sinais vitais, armários para instrumentos, cufômetros, entre outros equipamentos destinados a leitos do Hospital Universitário de Maringá e Hospital Municipal para tratamento de pacientes da Covid-19.

Os investimentos somam mais de R$ 1,5 milhão, fruto da parceria com dezenas de pessoas físicas e jurídicas, além de recursos da própria entidade.

O presidente do Conselho de Administração do Sicoob Metropolitano, Luiz Ajita, participou da entrega dos dez monitores para as novas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Hospital Universitário de Maringá destinadas ao tratamento de pacientes da Covid-19.

O Sicoob Metropolitano contribuiu com uma doação no valor de R$ 500 mil. Participaram também da entrega dos monitores o presidente da ACIM, Michel Felippe Soares, o presidente do Sinduscon-PR/Noroeste, Rogério Yabiku e a diretora-superintendente do HUM, Elisabete Mitiko Kobayashi.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.