Decreto torna obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos de Maringá. Veja dicas

Por: - 20 de abril de 2020
Máscaras devem ser usadas por todas as pessoas, independentemente de idade ou estado de saúde/ Imago imagens

A partir desta segunda-feira (20/4), o novo decreto municipal torna obrigatório o uso de máscaras em vias públicas de Maringá, independentemente da faixa etária ou da condição de saúde. Além dos espaços públicos, a regra vale para espaços privados, como é o caso dos comércios, e para veículos que trabalham com transporte de passageiros.

Em um primeiro momento não haverá multas para as pessoas físicas. O comerciante que não seguir as normas de funcionamento, como deixar clientes ou funcionários sem máscaras dentro da loja, pode pagar uma multa de até R$ 5.000 e ter até mesmo o alvará de funcionamento cassado.

No transporte público, quem não estiver fazendo o uso da máscara não poderá embarcar. Para garantir que todos tenham acesso ao equipamento de segurança, o município fez uma compra de 300 mil máscaras de tecido.

O equipamento vai ser distribuído de forma gratuita para os moradores. A prefeitura de Maringá ainda não tem detalhes de como vai ser a distribuição, mas é esperado que seja em pontos públicos fixos e dentro dos transportes coletivos.

O decreto também permite o uso de máscaras de fabricação caseira, desde que sigam as orientações do Ministério da Saúde (MS) de fabricação. Os tecidos mais recomendados pelo MS são tecido de saco de aspirador, cotton, 100% algodão e fronhas de tecido antimicrobiano.

O uso de máscaras tem se mostrado um aliado muito importante na luta contra o coronavírus. Veja dicas de como fazer a própria máscara.

Saiba como cuidar de maneira correta das máscaras caseira de tecido

O uso da máscara é individual e não deve ser compartilhado nem mesmo com pessoas da própria família.

Assim que estiver pronta a mascara de cada integrante da família, o material deve ser lavado com água e sabão e ser deixado para secar no sol. Depois que estiver seca, é importante utilizar um ferro quente para passar o tecido.

Esse procedimento, além da primeira vez antes de usar a máscara, deve ser repetido toda vez que o equipamento for utilizado para sair na rua.

Em questão de armazenamento, as máscaras deverão ser guardas em sacos plásticos. Após a higienização, com as mão lavadas, elas podem ser guardas nos saquinhos também higienizados com desinfetante.

Como usar a máscara de maneira correta

A Comissão de Acompanhamento e Controle de Propagação do Coronavírus da Universidade Federal do Paraná (UFPR) alerta que, se as máscaras não forem utilizadas da maneira correta, podem contribuir para a disseminação do coronavírus. Confira algumas orientações:

  • Cubra a boca e nariz com a máscara, verificando se não há espaços soltos entre a máscara e a face.
  • Evite tocar na máscara enquanto estiver fazendo uso dela e se tocá-la, lave suas mãos com água e sabão.
  • Substitua sua máscara assim que perceber que ela ficou úmida.
  • Para retirá-la, não toque na parte da frente da máscara, remova segurando pelo elástico ou pela fita que a amarra.
  • Assim que retirar a máscara, lave suas mãos com água e sabão.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.