Prefeitura publica edital de R$ 3,1 milhões para construção do Parque Linear Rio Samambaia

Por: - 14 de abril de 2020
Parque terá quadras, palco cultural, academia ao ar livre, parque infantil e outros espaços de lazer destinados a população / Prefeitura de Maringá

A Prefeitura de Maringá publicou edital para implantação do Parque Linear Rio Samambaia em fundo de vale na Rua Rio Samambaia e próximo aos bairros Batel, Campos Elísios, Champagnat e Piatã. As obras têm custo máximo previsto em R$ 3,1 milhões.

A licitação foi divida em dois lotes. O primeiro lote é para contratação da empresa de arquitetura e engenharia responsável pela execução da obra. No segundo lote, o município vai contratar empresa para instalação dos aparelhos de ginástica para academia ao ar livre.

O edital foi publicado em 7 de abril e a abertura dos envelopes está marcada para 15 de maio. O projeto de construção do parque foi aprovado no ano passado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Maringá (Comdema).

O parque vai ocupar uma área de cerca de 15 mil m². O espaço terá parque infantil, quadras, pomar, estacionamento, pistas de caminhada, Academia da Terceira Idade (ATI) e palco cultural.

No dia 7 de abril, a prefeitura também publicou outras três licitações. O município publicou edital para contratar a empresa que vai ser responsável pelas obras de ampliação dos blocos B e D do Hospital Municipal de Maringá.

A licitação tem preço máximo de R$ 8.880.066,37. A abertura dos envelopes com a documentação e propostas das empresas interessadas está marcada para 11 de maio.

O município também publicou o edital para reforma da Praça Monsenhor Bernado Cnudde, da Igreja Divino Espírito Santo, na Zona 7. A obra tem valor máximo de R$ 2.011.466,53 e a abertura dos envelopes está marcada para 6 de maio.

E a prefeitura publicou licitação para contratar empresa especializada em pavimentação asfáltica para execução de obras recape em vários trechos da cidade por até R$ 11.274.431,86. A abertura dos envelopes está marcada para 12 de maio.

A contratação faz parte de um convênio entre a prefeitura e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas do Paraná (Sedu). São R$ 10 milhões repassados pelo Governo do Estado e o restante é da contrapartida do município.

O Maringá Post procurou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Maringá, mas até o fechamento do texto não obteve retorno. A reportagem questionou se o andamento das licitações e das obras após a conclusão do processo licitatório está mantido. O espaço está aberto para manifestações.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.