Prefeitura publica edital de concessão do bar-café no Teatro Calil Haddad com aluguel de R$ 2,2 mil

Por: - 29 de novembro de 2019
Expectativa da Secretaria de Cultura é que o bar-café comece a funcionar no primeiro semestre de 2020 / Prefeitura de Maringá

A Prefeitura de Maringá publicou o edital para concessão de um bar-café no foyer do Teatro Calil Haddad. O valor mínimo do aluguel é R$ 2.283,55 e a concessão vai ter duração de dois anos, com prorrogação automática a cada ano até o prazo de cinco anos. O espaço a ser utilizado, no térreo do teatro, tem 86,88 metros quadrados.

O edital estabelece que a empresa vencedora pode colocar 18 mesas para quatro pessoas no espaço disponível. No cardápio, o bar-café pode oferecer salgados assados, doces, bebidas quentes e frias, sanduíches, bolos e tortas. Não é permitida a venda de alimentos fritos anteriormente ou no local.

A empresa também precisa instalar avisos informando sobre a proibição de consumir alimentos dentro do Auditório Oscar Leandro. O horário de funcionamento do bar-café vai ser definido pela concessionária. A abertura dos envelopes com a documentação e propostas das empresas está marcada para 30 de dezembro, a partir das 9h.

Segundo o secretário de Cultura, Miguel Fernando, a expectativa é que o bar-café comece a funcionar no primeiro semestre do ano que vem. Além do período do processo licitatório, a empresa vencedora precisa promover intervenções no espaço, como a instalação de bancadas, mesas e gôndulas, que precisam ser aprovadas pela Secretaria de Obras Públicas antes de serem executadas.

Miguel Fernando explica que a ideia é proporcionar conforto e comodidade para o público que frequenta o teatro. De acordo com ele, outros teatros e equipamentos culturais no Brasil têm um espaço de bar-café. O Teatro Calil Haddad também tinha um espaço semelhante, mas no final da concessão a empresa não renovou o contrato sob alegação de baixo movimento.

O secretário de Cultura afirma que o cenário do teatro mudou e não há riscos para a empresa que se instalar no espaço. “A intensidade das atividades culturais e a quantidade de eventos que temos promovido é muito maior. No Seminário Maringaense de Arte Contemporânea, foram 200 pessoas durante três dias de evento. É um cenário favorável para quem tiver interesse de explorar o bar-café”.

O projeto de lei para concessão do espaço foi discutido na Câmara de Maringá em setembro. O tamanho do espaço a ser explorado é a principal alteração em relação à Lei Municipal 6272/2003, que também trata da concessão de um bar-café no Teatro Calil Haddad. O texto de 2003 permitia a utilização de apenas 16,61 m².

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.