Veja quem são os dez conselheiros tutelares mais votados neste domingo em Maringá

Por: - 6 de outubro de 2019
Sede do Conselho Tutelar da zona norte de Maringá / Divulgação PMM

As eleições para a escolha dos dez conselheiros tutelares de Maringá terminou com a presença de 13.680 eleitores. Outros 259.593 eleitores que estavam aptos a votar não compareceram às urnas neste domingo (6/10) chuvoso.

O candidato mais votado foi Italo Maroneze, que conquistou 979 votos. O candidato contou com o apoio do vereador Odair Fogueteiro (PTB).

A segunda colocada foi Néia Maria, que recebeu 684 votos. Ivanete Pittarelli conquistou a terceira maior votação. Ela obteve 670 votos.

Com 621 votos, Rodrigo Venturin ficou em quarto lugar. A quinta maior votação foi conquistada por Lia Chicoski, com 601 votos.

Rodrigo José Viríssimo obteve o sexto lugar com 571 votos. Na sétima colocação, com 566, ficou a candidata Silvana Agustini.

A oitava maior votação foi conquistada por Jesiel Carrara, que recebeu 565 votos. Em nono lugar ficou a candidata Sônia Versari, com 542 votos. Vagner Alves obteve 520 votos e ficou com o décimo lugar na disputa.

O resultado vai ser homologado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Os eleitos vão ter mandato de quatro anos, entre janeiro de 2020 e janeiro de 2024. O salário dos profissionais é de cerca de R$ 5,5 mil.

Em 2019, 90 candidatos se inscreveram na disputa pelo cargo, o triplo do registrado em 2015. Porém, desse total, 29 tiveram a candidatura barrada na apresentação de documentos ou na comprovação de experiência no trabalho com os adolescentes.

Após isso, 61 candidatos realizaram uma prova com 50 questões objetivas, sendo 40 sobre legislações específica e 10 sobre informatica. Sete perguntas foram anuladas. A prova foi aplicada no dia 28 de julho.

Por fim, apenas 41 dos 61 candidatos aptos a realizar a prova de seleção foram classificados para disputar o voto popular neste domingo (6/10).

Entre os participantes, 16 foram desclassificados por não atingirem a pontuação mínima exigida, três não compareceram e um foi eliminado.

O CMDCA, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, pleiteia a criação do terceiro e do quarto Conselho Tutelar de Maringá.

A orientação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é que cada cidade tenha um conselho para cada 100 mil habitantes. Caso novos conselhos sejam criados, vão ser chamados os suplentes escolhidos na eleição de 2019.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.