Prazo de inscrições para o Colégio da Polícia Militar de Maringá se aproxima do final. Há 150 vagas para 2020

Por: - 28 de setembro de 2019
Alunos do Colégio da Polícia Militar no desfile em homenagem ao Dia do Patrono da PMPR Coronel Sarmento / Divulgação

O prazo de inscrições para o teste seletivo de ingresso de novos alunos no Colégio da Polícia Militar de Maringá para o ano letivo de 2020 se aproxima do fim.

São ofertadas 120 vagas para o 6º ano do ensino fundamental no período da tarde e 30 vagas para o 1º ano do ensino médio no período da manhã.

Metade das vagas são reservadas aos filhos de policiais e bombeiros militares. O edital de inscrições foi publicado em agosto e o prazo termina na quarta-feira (9/10).

Para o ensino médio, as provas do teste seletivo vão ser aplicadas no dia 10 de novembro de 2019. E para a seleção do ensino fundamental, vai ser no dia 24 de novembro.

O Colégio da Polícia Militar de Maringá começou a funcionar em 2019 nas instalações do Colégio Estadual João XXIII.

Desde o início do segundo semestre do ano, as aulas da instituição têm sido realizadas no no Bloco 10 da UniCesumar. A mudança temporária se deve às reformas na antiga sede do Colégio Estadual João XXIII, na Avenida Monteiro Lobato.

Em maio de 2019, foram liberados cerca de R$ 2,5 milhões pelo Governo do Paraná para a reforma de todo o prédio.

São previstas pinturas das paredes, troca e revitalização de pisos e banheiros, reforma dos pátios, laboratórios e auditório, troca de janelas, e será feita a adequação dos espaços para acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência.

Em 2019, a cidade de Maringá passou a contar com dois colégios militares. Além do 4º Colégio da Polícia Militar (4CPM), que é coordenado pela Polícia Militar do Paraná em parceria com o Núcleo Regional de Educação, existe o Colégio Vila Militar FEITEP.

De caráter privado, o Colégio Vila Militar FEITEP nasceu a partir de uma parceria da Associação Vila Militar (AVM) com a Faculdade de Engenharias e Arquitetura (FEITEP).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.