Protesto em defesa do meio ambiente e pela preservação da Amazônia ocorre no sábado em Maringá

Por: - 22 de agosto de 2019
Incêndio na floresta Amazônia em São Félix do Xingu, no Pará / Daniel Beltrá/Greenpeace

Grupos nas redes sociais convocam manifestação em defesa do meio ambiente e pela preservação da Amazônia neste sábado (24/8), em Maringá. O ato ocorre no Parque do Ingá, a partir das 16h. Protestos semelhantes também foram convocados em ao menos oito capitais brasileiras neste fim de semana. 

Em Maringá, a iniciativa surgiu de dois vereadores do Parlamento Jovem, os estudantes do Ensino Médio, Maria Eduarda Almeida e Gustavo Brogim Leal. Na página do evento no Facebook, 322 pessoas confirmaram presença no ato. Pelo Twitter, o prefeito Ulisses Maia (PDT) também demonstrou apoio à manifestação.

“Maringá é considerada uma cidade verde, uma das mais arborizadas do Brasil. É muito importante a gente se mobilizar e defender o nosso meio ambiente, já que somos um símbolo verde”, afirma a estudante Maria Eduarda Almeida.   

O instituto MetSul Meteorologia mostrou que o Paraná também está entre as regiões afetadas pelo corredor de fumaça das queimadas na Amazônia. Segundo o Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o número de focos de incêndios na floresta aumentou 83% até 19 de agosto deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. 

O fogo na Amazônia pode ser visto do espaço, segundo imagens de satélite divulgadas pela Nasa nesta quinta-feira (22/8). A agência afirma que, embora incêndios sejam comuns nesta época do ano, “ o tempo dirá se este ano é um recorde ou está apenas dentro dos limites normais”. Em Maringá, o número de incêndios ambientais aumentou mais de 500% nos primeiros 19 dias de agosto de 2019 em comparação ao mesmo período do ano passado.  

De acordo com Maria Eduarda Almeida, a escolha do Parque do Ingá para realizar a manifestação vai além do local ser um símbolo da cidade. O objetivo é chamar atenção para o baixo nível de água nos lagos do parque. ”Escolhemos lá porque precisamos olhar também para a nossa cidade que está sofrendo com os impactos da falta de preservação da natureza”. 

Ainda não há programação definida, mas a ideia é que a mobilização comece na entrada do parque e depois os participantes entrem no local. Também no sábado, a partir das 14h30, um grupo organiza mutirão para recolher lixo reciclável na região da Catedral de Maringá. Para participar do grupo é preciso enviar mensagem para (44) 99714-8120 ou (44) 99705-1348.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.