Governo do Estado vai liberar R$ 2 milhões para obras de drenagem na Praça do Avião de Maringá

Por: - 8 de agosto de 2019
Unicesumar desenvolveu projeto executivo para revitalização da Praça do Avião/Odenir Finkler Geraldo

Maringá vai receber R$ 2 milhões do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, para obras de canalização e drenagem na Praça do Avião e na Rua Adolpho Contessotto, que fica atrás do Hospital Municipal.

A liberação dos recursos vai ser oficializada na tarde desta quinta-feira (8/8) durante visita do secretário estadual, Márcio Nunes. 

A previsão do secretário de Obras Públicas, Albari de Medeiros, é que a licitação seja concluída até o final deste ano. O prazo para a conclusão das duas obras é de oito meses.

Ele explicou que as adequações resolvem dois problemas de alagamento na cidade. Segundo o secretário, nesses locais as tubulações são antigas e não comportam o volume de água.  

As obras de canalização e drenagem na Rua Adolpho Contessoto são necessárias para a construção do Hospital da Mulher que vai ser feito ao lado do Hospital Municipal. O projeto executivo do novo hospital vai ser desenvolvido pelo Centro Universitário de Maringá (UniCesumar) e o empreendimento vai ser construído com um repasse de R$ 10 milhões do Ministério da Saúde. 

Além de melhorar o escoamento de água na região, a obra na Praça do Avião, que fica na Avenida São Paulo, é o primeiro passo para a revitalização do espaço. O projeto executivo para reforma da praça também foi desenvolvido pela UniCesumar, mas não há previsão de quando deve sair do papel. Albari de Medeiros disse que o município ainda busca recursos para a execução da obra de revitalização orçada em cerca de R$ 300 mil. 

“São obras necessárias e que vão melhorar a condição de segurança das vias e a preservação dos pavimentos. A drenagem, quando escoa superficialmente, acaba deteriorando o pavimento e o córrego receptor dessas águas. Com as obras, vamos estar dando também uma solução para melhoria ambiental da região”, disse Albari de Medeiros.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.