Após prova escrita, restam 41 candidatos na disputa das dez vagas do Conselho Tutelar de Maringá

Por: - 7 de agosto de 2019
Sala do Conselho Tutelar da zona sul que funciona na Avenida Gastão Vidigal /Vivian Silva/PMM

Apenas 41 dos 61 candidatos aptos a realizar a prova de seleção para concorrer às 10 vagas do Conselho Tutelar de Maringá foram classificados e podem disputar o voto popular no dia 6 de outubro. Entre os participantes, 16 foram desclassificados por não atingirem a pontuação mínima exigida, três não compareceram e um foi eliminado. 

O resultado final foi publicado na terça-feira (6/8) pela Fundação de Apoio à Unespar, Campus Paranavaí, instituição responsável pela realização das provas. No entanto, na quarta-feira (7/8) a Comissão Especial da eleição alterou a nota de alguns candidatos após a revisão da correção da prova. Anteriormente, apenas 33 dos 61 candidatos tinham sido aprovados.  

Das 50 questões objetivas da prova escrita, que compreendia 40 questões de legislação específica e 10 de informática, sete perguntas foram anuladas. A prova foi aplicada no dia 28 de julho. Para participar da eleição do Conselho Tutelar, os candidatos teriam que acertar no mínimo 60% das questões de legislação específica e 30% das questões de informática.

Dos 10 conselheiros eleitos em 2015, apenas Priscila Izaura Ferreira Noncimbone não se candidatou à reeleição. Entre os atuais membros do Conselho Tutelar, Juscineia Maria dos Santos Escaliante e Pedro Henrique Arndt dos Santos, que anteriormente haviam sido desclassificados, foram aprovados com o novo resultado. 

Em 2019, 90 candidatos se inscreveram na disputa pelo cargo, que oferece salário de cerca de R$ 5,5 mil. No entanto, 29 deles tiveram a candidatura barrada na apresentação de documentos ou na comprovação de experiência no trabalho com os adolescentes. Os eleitos vão ter mandato de quatro anos, entre janeiro de 2020 e janeiro de 2024. 

A eleição para escolha dos novos conselheiros ocorre no dia 6 de outubro, das 8h às 17h. Aproximadamente 39 colégios eleitorais vão ser instalados na cidade. Para votar, é necessário residir em Maringá e estar com a situação regularizada junto à Justiça Eleitoral. O voto não é obrigatório.

Confira a relação dos aprovados:

  1. Erica Lira De Souza 
  2. Andréa Alessandra Dos Santos 
  3. Margarete Gomes De Oliveira 
  4. Renata Dias De Souza Gomes 
  5. Rodrigo Jose Virissimo Da Silva 
  6. Tiago Junior Mariano 
  7. Jesuel Moreira Canela 
  8. Aliadine Chicoski 
  9. Silvana Aparecida De Agustini 
  10. Vagner Caldeira Alves 
  11. Cleide Maria Luiz Santiago 
  12. Ederson Ferreira Pezini 
  13. Vanderley Silva De Andrade 
  14. Ivanete Tramarin Pittarelli 
  15. Fabricio Dos Santos Souza 
  16. Italo Lourenço Maroneze
  17. Amanda Bezerra Dos Santos 
  18. José Carlos De Oliveira 
  19. Adauto Cezario Da Silveira 
  20. Sirlei Vieira Pinheiro Correa 
  21. Pedro Henrique Arndt Dos Santos 
  22. Adriana De Fatima Regaçoni Valentim
  23. Cristhiane Mortean Silvestrim 
  24. Edilson Corrêia De Oliveira 
  25. Suely Emiko Miyamoto 
  26. Juscineia Maria Dos Santos Escaliante 
  27. Sonia Regina Versari 
  28. Lucia Catto Magalhães Campelo
  29. Nelson Roberto Foltz
  30. Ademir Passeri 
  31. Roberto Antonio Ribeiro 
  32. Vera Lucia Lopes 
  33. Carlos Eduardo Rodrigues Bonfim 
  34. Jaime Correa Da Rocha 
  35. Celio Emeriquis Moreira 
  36. Nivaldo Fernandes De Oliveira 
  37. Dionilson Da Silva Filho 
  38. Letícia Pereira Dias 
  39. Jesiel Carrara 
  40. Rodrigo Dalvi Venturin 
  41. Wilmara Rocha Eleotério Lima
  • Reportagem atualizada na quinta-feira (8/8) com o resultado retificado dos candidatos aptos a disputar a eleição do Conselho Tutelar de Maringá. Anteriormente, apenas 33 dos 61 candidatos tinham sido aprovados. Com o novo resultado, 41 foram aprovados. 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.