Prefeitura de Maringá vai realizar concurso público com mais de 50 vagas no segundo semestre de 2019

Por: - 5 de junho de 2019
Uma decisão liminar suspendeu os artigos 5º, 7º, 10, 14 e 17 do decreto que dispõe sobre a jornada de trabalho dos servidores municipais / Prefeitura de Maringá

A Prefeitura de Maringá vai abrir concurso público para a contratação de, pelo menos, 57 servidores no segundo semestre de 2019. Em análise desde o final de 2018, o quadro com os cargos ofertados e o número definitivo de vagas ainda não foi finalizado e novas vagas podem ser acrescentadas até o lançamento do edital.

Até o momento, a Secretaria de Recursos Humanos definiu que vão ser ofertadas 50 vagas para cuidadoras infantis (apenas mulheres), duas para educadores de base (uma mulher e um homem), uma para orientador de estacionamento rotativo, uma para agente municipal de trânsito e uma para técnico de segurança do trabalho.

A administração municipal também pretende contratar dois profissionais de nível superior: um historiador e um médico do trabalho. 

De acordo com o secretário de Recursos Humanos, César de França, mais pessoas podem ser convocadas. O número de servidores que vão ser contratados vai depender mesmo da demanda da administração municipal.

“Colocamos cargos com apenas uma vaga por conta do limite prudencial. É um número mínimo de vagas, porque a quantidade que colocarmos obriga a administração a convocar essas pessoas em um prazo de um ano. Mas, pode ser que chame mais, porque o concurso tem prazo de dois anos. Vai depender da necessidade”, explica.

No caso das vagas para cuidadoras infantis, a expectativa do secretário de RH é que bem mais de 50 pessoas sejam contratadas. No concurso realizado pela administração municipal no ano passado, 229 candidatos foram convocados para o cargo, mas apenas 176 iniciaram o trabalho.

“Temos várias salas de aulas fechadas. A necessidade de cuidadores infantis é muito grande. Colocamos 50 vagas, mas provavelmente chamaremos bem mais do que isso. A chamada das pessoas vai ser de acordo com a necessidade momentânea, porque há demanda em centros de educação infantil o ano inteiro, não depende do período letivo. Além disso, há uma rotatividade muito grande desse cargo de cuidador”, ressalta.

Em agosto do ano passado, o secretário disse para o Maringá Post que a prefeitura organizava um novo concurso público para 2019. Na ocasião, a expectativa era que as provas fossem aplicadas entre fevereiro e março deste ano, mas foi necessário refazer a análise do número de vagas e de cargos que devem ser ofertados.

Em fevereiro deste ano, a nova previsão era de que o número de vagas e a relação dos cargos ofertados no novo concurso público seriam definidos até o final daquele mês. Mas, o quadro ainda não está pronto.

Nesta quinta-feira (6/6), a administração vai realizar mais uma reunião para estudar a possibilidade de acrescentar cargos que, segundo César Augusto de França, devem ser na área da saúde. 

“Pode ser que ainda altere alguma coisa. O quadro de cargos ainda não está fechado, está passando por alterações frequentes. Quando fechamos o quadro, vem uma nova demanda. Uma hora vamos ter que parar e fazer o concurso”, diz o secretário de RH.

Se o quadro for definido nesta semana, César de França acredita que as provas devem ser aplicadas em agosto deste ano. No concurso público realizado pela Prefeitura de Maringá em 2018, foram ofertadas 152 vagas em dois regimes de trabalho, 126 estatutários e 26 celetistas. No total, foram mais de 56 mil inscritos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.