Ratinho Junior diz que negociação com empresas para reduzir imposto sobre aviação no Paraná está avançada

Por: - 17 de maio de 2019
Ratinho Junior também afirmou que vai atuar para trazer a Latam para Maringá / Agência de Notícias do Paraná
O governador Ratinho Junior (PSD) se manifestou novamente sobre a possibilidade da redução da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o querosene da aviação no Paraná que é de 18%.Ele disse que as discussões com as companhias Gol e Azul estão avançadas e que os resultados das tratativas devem ser anunciados na segunda quinzena de maio.“Tivemos uma conversa com a Azul, com a Gol e vou estar com o presidente da Latam no dia 27 (de maio) em São Paulo. Vou aproveitar para fazer essa reunião com presidente da Latam no sentido de obviamente pedir para que eles aumentem o número de voos com a contrapartida do Estado colaborar", afirmou Junior durante coletiva de imprensa em Maringá, na Expoingá, na quinta-feira (16/5) .Ratinho Junior também foi cobrado pelo prefeito Ulisses Maia (PDT) sobre o fato de Maringá não ter nenhum voo da Latam. O governador disse que vai levar a demanda para a reunião com o presidente da Latam e pedir que a companhia comece a operar na cidade.Ele também anunciou o lançamento do projeto "Voe Paraná". O governador preferiu não revelar detalhes, mas informou que o projeto vai ser lançado ainda neste mês e vai potencializar aeroportos do Estado.A intenção do governo estadual de reduzir o imposto é entendida como uma reação à medida adotada pelo Governo de São Paulo, que diminuiu a alíquota do ICMS de 25% para 12% e exigiu o aumento do número de voos na cidades beneficiadas.A redução modificou algumas rotas de companhias como é o caso da Gol, que desde abril desse ano não faz mais a linha direta Curitiba - Maringá. Os voos entre as duas cidades passaram a ter escala em São Paulo.Outra preocupação é a redução no número de voos. Segundo dados divulgados pelo Paraná Portal, o número de embarques caiu de 57.223 em 2014 para 48.051 em 2018, o que representa redução de 16%.

Governador libera R$ 7 milhões para Maringá

Além de se comprometer em auxiliar nas tratativas para que a Latam comece a operar na cidade, Ratinho Junior anunciou na quinta-feira a liberação de R$ 7 milhões para obras de pavimentação asfáltica em Maringá. Segundo o prefeito Ulisses Maia, esses recursos fazem parte de um pacote de liberações que deve chegar a R$ 20 milhões.O governador também anunciou a finalização do projeto de construção do viaduto no trevo do Shopping Catuaí, no entroncamento da BR-376 com a BR-317. Nos primeiros dias de mandato, o governador bloqueou 20% de todo o orçamento do Paraná, incluindo o recurso de R$ 5,2 milhões para construção da obra.Ratinho Junior também lançou o Parque Tecnológico do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) em Maringá. Durante reunião com o secretariado, o governador assinou o edital de chamamento de empresas de base tecnológica para o local. Outro pedido do prefeito Ulisses Maia (PDT) era para que o Governo do Estado garantisse subsídio para o transporte coletivo em Maringá, assim como ocorreu em Curitiba. No entanto, quando questionado, Ratinho Junior afirmou que o transporte coletivo do município é diferente da capital paranaense.“O governo está sempre a disposição de colaborar, dentro do seu limite. Não dá para comparar o sistema de transporte de Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu e Cascavel com Curitiba. Lá, nos temos 24 cidades integradas a mais de 30 km de distância e um fluxo de pessoas muito grande, então existe a necessidade de subsídio", disse.