Conferência pública vai discutir eliminação de ruas e rotatórias projetadas e zoneamento especial do Parque de TI

Por: - 27 de março de 2019
Podem se inscrever até 290 participantes, dos quais 200 terão direito a voto / PMM

Conferência pública organizada pela Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplan) vai discutir a eliminação de ruas e rotatórias projetadas em Maringá, além da alteração de eixos de comércio e serviço e a criação de zoneamento especial para implantação do Parque de TI na Avenida Arquiteto Nildo Ribeiro da Rocha.

A conferência vai ser composta por uma mesa de debate, painéis e grupos de discussão e está prevista para ocorrer na Câmara de Maringá no dia 27 de abril das 8h às 18h. Podem participar até 290 pessoas, das quais 200 vão ter direito a voto e 90 vão ser observadores. As inscrições podem ser feitas no site da prefeitura até as 17h do dia 16 de abril.

No total, dez processos serão discutidos durante a conferência. Na pauta está a supressão, ou seja, a eliminação de ruas e rotatórias que poderiam ser construídas na cidade. Se as alterações forem aprovadas, as rotatórias que estavam previstas no cruzamento das avenidas Senador Petrônio Portela com José Alves Nendo e na Avenida Pintassilgo não vão mais ser construídas.

Também será votada a desafetação de ruas, ou seja, a eliminação de ruas projetadas. Um dos processos, por exemplo, desafeta a Rua Ivone Teixeira Coelho e incorpora o trecho às quadras 18 e 19 do Parque Cidade Industrial, medida que atende à instalação do Tecpar em Maringá.

O diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá (Ipplam), Edson Luiz Cardoso Pereira, explicou que todos os processos que vão ser votados durante a conferência foram analisados pelo Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial.

As modificações que forem aprovadas durante a conferência também vão precisar passar pela aprovação da Câmara de Maringá e vão ter que ser sancionadas pelo prefeito.

“Conforme a cidade vai se desenvolvendo e o tempo vai passando, as necessidades se alteram e o município tem que estar atento às novas demandas. Para várias alterações não basta a prefeitura ou a Câmara quererem fazer, mas a população deve e tem o direito de se expressar nessas conferências”, disse Edson Pereira.

Para o diretor-presidente do Ipplam, a conferência estimula a participação das pessoas nas decisões que interferem no planejamento urbano da cidade. “[A conferência] pode mudar onde estarão as ruas, onde estarão os equipamentos comunitários e os comércios. Ao mudar o desenvolvimento urbano, também altera para o morador”, afirmou.

Confira a pauta de discussão da conferência:

  • Processo nº 29718/18 – Secretaria de Desenvolvimento Econômico – (Seide) – Alteração parcial de Zoneamento (zona 18 e 38) Jardim Internorte e Vila Cafelândia;
  • Processo nº 19087/18 – Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Criação de Zoneamento Especial com base no Decreto 290/18, para implantação do Parque de TI na Avenida Arquiteto Nildo Ribeiro da Rocha;
  • Processo nº 11955/17, TECPAR. Desafetação da Rua Ivone Teixeira Coelho e sua incorporação às quadras 18 e 19 do Parque Industrial Cidade de Maringá. Alteração de eixo ECS-B para ECS-A na Avenida José Oswaldo Maia;
  • Processo nº 80609/17 de supressão de diretriz do loteamento “Portal de Maringá” – Rua Luzia Zequim – Processos anexos: 9597/16, 31572/17, 34248/17;
  • Processo nº 43562/18 de supressão de diretriz do trecho da Rua Pioneiro Estelito Rigolim entre as vias Pioneiro Paschoal Locatelli e Avenida Carmen Miranda;
  •  Processo nº 57518/12 de supressão do prolongamento da Rua Aluísio Nunes Costa entre as Avenidas Paranavaí e Estrada. Supressão da rotatória prevista na Avenida Pintassilgo;
  • Processo nº 90370/14 de supressão/eliminação da rotatória prevista para o cruzamento das Avenidas Petrônio Portela com José Alves Nendo;
  • Processo nº 5501/19 de supressão de diretriz viária sobre o lote 132 da Gleba Patrimônio Iguatemi;
  •  Processo nº 11874/19 – Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá -IPPLAM, Alteração da Lei Complementar 632/06, artigo 204, referente às audiências, conferências e assembleias de Planejamento e Gestão Territorial. 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.