Alvo de protestos na Flim de 2018, Márcia Tiburi diz que decidiu deixar o país quando esteve em Maringá

Por: - 11 de março de 2019
Márcia Tiburi veio a Flim falar no dia 23 de novembro de 2018 sobre "Mulheres de Palavra" / Divulgação

Quando foi anunciada na Festa Literária Internacional de Maringá (Flim) de 2018, Márcia Tiburi, enfrentou uma grande campanha nas redes sociais articulada pelo Movimento Brasil Livre (MBL). A ação foi adotada pelo grupo contra a presença da escritora.

As manifestações chegaram a ser debatidas pela organização, que decidiu manter o convite à Márcia Tiburi. Houve uma grande mobilização nas redes sociais em Maringá.

O MBL criou a campanha #ElaNão e #ComMeuDinheiroNão, sugerindo que a escritora fosse excluída da programação da festa. A reação das pessoas favoráveis à participação de Márcia Tiburi veio na sequência, com o movimento #ElaSim.

Agora, repercute o jornalista Angelo Rigon, que a escritora, filósofa e ativista Márcia Tiburi não reside mais no Brasil desde dezembro do ano passado, segundo informações de Nina Lemos no Universa.

E a decisão de deixar o Brasil foi tomada em Maringá, quando participou da Festa Literária Internacional (Flim). Acesse trechos da entrevista publicados no Blog do Angelo Rigon.