Alvo de protestos na Flim de 2018, Márcia Tiburi diz que decidiu deixar o país quando esteve em Maringá

Por: - 11 de março de 2019
Márcia Tiburi veio a Flim falar no dia 23 de novembro de 2018 sobre "Mulheres de Palavra" / Divulgação

Quando foi anunciada na Festa Literária Internacional de Maringá (Flim) de 2018, Márcia Tiburi, enfrentou uma grande campanha nas redes sociais articulada pelo Movimento Brasil Livre (MBL). A ação foi adotada pelo grupo contra a presença da escritora.

As manifestações chegaram a ser debatidas pela organização, que decidiu manter o convite à Márcia Tiburi. Houve uma grande mobilização nas redes sociais em Maringá.

O MBL criou a campanha #ElaNão e #ComMeuDinheiroNão, sugerindo que a escritora fosse excluída da programação da festa. A reação das pessoas favoráveis à participação de Márcia Tiburi veio na sequência, com o movimento #ElaSim.

Agora, repercute o jornalista Angelo Rigon, que a escritora, filósofa e ativista Márcia Tiburi não reside mais no Brasil desde dezembro do ano passado, segundo informações de Nina Lemos no Universa.

E a decisão de deixar o Brasil foi tomada em Maringá, quando participou da Festa Literária Internacional (Flim). Acesse trechos da entrevista publicados no Blog do Angelo Rigon.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.