Semáforos para deficientes visuais vão ser testados na Praça da Catedral. Volume do sinal sonoro vai variar

Por: - 5 de fevereiro de 2019
Equipamentos da mesma empresa foram instalados para testes no Rio de Janeiro em 2017/ Prefeitura do Rio de Janeiro

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) vai instalar, em fase de testes, quatro botoeiras inteligentes no semáforo para pedestre localizado entre a Praça da Catedral e a Praça da Prefeitura. Ao ser acionado, o semáforo registra o pedido da travessia e para o trânsito temporariamente, o que permite a travessia.

Os equipamentos vão ter sinal sonoro para auxiliar na travessia de pessoas com deficiência visual. A boteira funciona somente se houver a demanda de pedestres. Se o botão não for acionada, o semáforo não vai abrir para pedestres. Para utilizar o equipamento, basta apertar o botão que fica em baixo do semáforo.

No caso de deficientes visuais, para acionar o sinal sonoro os pedestres devem pressionar o botão por mais tempo, até que a botoeira vibre informando que a solicitação foi ativada. No momento da travessia, o semáforo começa a disparar um aviso sonoro e, quando o sinal estiver para fechar, o volume fica mais alto.

Como se tratam de testes, a instalação dos equipamentos não vai custar nada para a prefeitura. A ideia da Semob é avaliar a eficiência das boteiras para depois decidir se abre um processo licitatório para compra dos equipamentos. Segundo o secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, a secretaria já tentou instalar outros semáforos semelhantes na cidade, mas não encontrou nenhuma tecnologia eficaz.

De acordo com ele, o principal problema é o barulho do sinal sonoro, que incomodava os comerciantes durante o dia e os moradores no período noturno. Porém, Gilberto Purpur explicou que, dessa vez, a boteira instalada terá um microfone interno para controlar o volume do aviso sonoro.

“Quando tem muito veículo, a boteira tem que aumentar o volume para o pedestre escutar. Durante a noite, tem que baixar esse volume para não incomodar a vizinhança”, disse o secretário de Mobilidade Urbana.

Purpur afirmou que o tempo de espera para os pedestres nos semáforos com esse tipo de botoeira é maior. “Para o pedestre, o melhor semáforo é aquele que não precisa de botoeira. Na realidade, a botoeira é boa para veículos e para o pedestre não, porque tem que esperar o ciclo do trânsito”.

A DataProm será responsável pela a instalação das botoeiras inteligentes na cidade. Equipamentos da empresa também foram instalados para fase de testes no Rio de Janeiro, em 2017. Entre os modelos de semáforo inteligente, está a ferramenta que aumenta o tempo de verde para a travessia de pessoas idosas. Segundo Purpur, essa tecnologia não será testada em Maringá.

Dois semáforos inteligentes, que prometem otimizar o tempo de espera e melhorar o fluxo do trânsito, foram instalados na cidade no final do ano passado. Os equipamentos batizados de “Agent” conseguem, por meio de um software de inteligência artificial e câmeras, analisar o trânsito em tempo real e ajustar os tempos de verde, vermelho e amarelo.

Os equipamentos, criados pelo maringaense Aleksandro Montanha, foram instalados, em fase de testes, no cruzamento da Avenida João Paulino Vieira Silva com a Rua Saldanha Marinho e no Aeroporto Regional de Maringá. A Semob informou que os equipamentos continuam em fase de testes e que aguarda os resultados que vão ser apresentados pela empresa.



Observatório Social de Maringá fez prefeitura economizar R$ 4,6 milhões em 2018 e poderia ter sido mais 

O aumento do custo com servidores efetivos em cargos comissionados foi outro item que o OSM questionou.

Expoingá anuncia 600 vagas e vai fazer seleção de temporários por meio de plataforma digital

O período de inscrições para as vagas temporárias vai ser aberto nesta terça-feira (16/4) e prossegue até domingo (21/4).

Existem 27 tipos de agrotóxicos na água em Maringá, revela reportagem. Sanepar questiona dados e garante qualidade

Na segunda-feira (22/4), uma audiência pública vai discutir o uso de agrotóxicos em Maringá e na região.

Celebrações de Páscoa no Castelo dos Arautos do Evangelho de Maringá começam na quinta à noite

Na Sexta-feira Santa, dia marcado por silêncio e orações, a programação da Paixão e Morte de Jesus Cristo começa às 15h30.

Estudantes da UEM vencem Startup Weekend Maringá com protótipos de aplicativos com promoções da xepa

A ideia é que os clientes possam ter acesso, por meio do celular, as promoções do fim da feira e à localização de cada barraca.

Observatório Social de Maringá fez prefeitura economizar R$ 4,6 milhões em 2018 e poderia ter sido mais 

O aumento do custo com servidores efetivos em cargos comissionados foi outro item que o OSM questionou.

Expoingá anuncia 600 vagas e vai fazer seleção de temporários por meio de plataforma digital

O período de inscrições para as vagas temporárias vai ser aberto nesta terça-feira (16/4) e prossegue até domingo (21/4).

Existem 27 tipos de agrotóxicos na água em Maringá, revela reportagem. Sanepar questiona dados e garante qualidade

Na segunda-feira (22/4), uma audiência pública vai discutir o uso de agrotóxicos em Maringá e na região.

Celebrações de Páscoa no Castelo dos Arautos do Evangelho de Maringá começam na quinta à noite

Na Sexta-feira Santa, dia marcado por silêncio e orações, a programação da Paixão e Morte de Jesus Cristo começa às 15h30.

Estudantes da UEM vencem Startup Weekend Maringá com protótipos de aplicativos com promoções da xepa

A ideia é que os clientes possam ter acesso, por meio do celular, as promoções do fim da feira e à localização de cada barraca.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS