Comprado por R$ 1,8 milhão, ônibus elétrico vai ser usado no transporte coletivo de Maringá. Veículo começa a rodar em dezembro em linha ser definida pela TCCC e Semob

Por: - 28 de novembro de 2018
Ônibus elétrico custou R$ 1,8 milhão / Divulgação

Chegou a Maringá o primeiro ônibus elétrico que vai ser utilizado no transporte coletivo da cidade. O veículo foi entregue nesta quarta-feira (28/11) e vai passar por adequações, como adesivagem e programação de linhas no painel eletrônico, para começar a rodar. A previsão é que novo ônibus seja usado a partir de dezembro.

A empresa Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) ainda não definiu em qual linha o ônibus elétrico vai circular e explica que a decisão vai ser tomada em conjunto com a secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

“Esse ônibus é mais alto que os outros e não tem a autonomia dos veículos à diesel, então questões como trajeto e altura de árvores podem definir onde ele vai ser usado”, explica o chefe do setor de tráfego da TCCC, Luiz Carlos Alves Pinto.

O ônibus elétrico é considerado ecológico porque não polui o ar com a queima de combustível fóssil e evita também a poluição sonora, por ter motor silencioso. Seis vezes mais caro que os outros da frota, custou R$ 1,8 milhão, segundo a empresa.

O veículo tem uma bateria que leva quatro horas para ser completamente carregada e que oferece autonomia para rodar por até 200 quilômetros.

A TCCC ainda comprou um segundo ônibus elétrico. A previsão é que o veículo seja entregue em fevereiro de 2019. O chefe do setor de tráfego da empresa explica que o veículo deve gerar menos gastos em relação à manutenção, pois tem menos componentes que os carros à diesel.

“Vai ser um teste. Dependendo de como for a experiência, a empresa pode pensar em adquirir outros ônibus”, diz Luiz Carlos.

O novo ônibus tem capacidade para 74 passageiros sentados e em pé. Tem ar-condicionado e é adaptado para cadeirantes. O modelo foi fabricado pela chinesa BYD, em Campinas, e tem carroceira da Marcopolo. Os veículos elétricos costumam durar em média 15 anos, contra dez dos movidos a diesel.

O valor da passagem atualmente é de R$ 3,90 para quem utiliza o cartão Passe Fácil e de R$ 4,50 para bilhetes avulsos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.