Semana do Meio Ambiente prevê várias atividades em Maringá a partir de domingo. Tema principal é a destinação correta do lixo

Por: - 1 de junho de 2018

Na manhã de domingo (3/6), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) abre a Semana do Meio Ambiente no Parque do Ingá. A partir das 8h30, serão distribuídas mudas, haverá coleta de fritura pós-consumo, orientações na barraca da Fiscalização Ambiental e caminhada ecológica.

A programação completa das atividades pode ser acessada na página oficial da Sema. O secretário de Meio Ambiente, Ederlei Alckamim, diz que o tema principal a ser trabalhado é a destinação correta do lixo. “Com a ampliação da coleta seletiva (veja aqui o itinerário), esse é um momento propício para discutir o lixo e o ambiente”, diz o secretário.

A ideia é conscientizar as pessoas a partir da política dos três erres: reduzir, reutilizar e reciclar. Além de ações para coleta de lixo, haverá um simpósio, workshop, oficina de arte com recicláveis e um mutirão de limpeza no fundo de vale do Córrego Mandacaru.

Na Câmara Municipal, a programação da Semana do Meio Ambiente começa na segunda-feira (4/6). A partir das 9h30 tem uma palestra com o juiz federal Anderson Furlan. O magistrado vai falar sobre ética e meio ambiente. O encerramento será na sexta-feira (8/6), quando serão distribuídas sacolas para a reciclagem.

Dia Mundial do Meio Ambiente terá campanha E-lixo

Na terça-feira (5/6), Dia Mundial do Meio Ambiente, a Sema e o Sescap-PR realizam mais uma edição da campanha E-lixo. Durante todo o dia na Espaço de Convivência Renato Celidônio, mais conhecido como praça da prefeitura, haverá o recebimento de lixo eletrônico.

“O apoio da população fortalece esta ação ambiental e ajuda a dar destinação correta a toneladas de lixo eletrônico. Esses materiais possuem elementos químicos nocivos à natureza, pois podem contaminar rios e lençóis freáticos”, afirma o diretor regional do SESCAP-PR em Maringá, Glicério Rampazzo.

Todo material recolhido será destinado para a Coopercanção, que realiza a separação e destinação final dos resíduos eletrônicos. A cooperativa, especializada na triagem de materiais eletrônicos conta com local licenciado pelo IAP e tem garantido emprego e renda para várias família.

A E-Lixo foi lançada em 2011 para revolver o problema de acúmulo de eletrônicos nas empresas representadas pelo SESCAP-PR. Com o sucesso da coleta, a entidade decidiu torná-la pública, abrindo espaço para a participação da sociedade.

Desde então, a E-Lixo recolheu e deu destinação correta a 461,269 quilos de materiais descartáveis nas cidades de Apucarana, Arapongas, Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Maringá, Paiçandu, Sabáudia, Toledo e Umuarama.

O que poderá ser descartado na terça-feira?

Todo material proveniente de equipamentos eletroeletrônicos: computadores; monitores; impressoras; rádios e equipamentos de som; aparelhos de telefone e celulares; aparelhos de fax; televisores; câmeras fotográficas, entre outros.

Pilhas, baterias e lâmpadas não serão recolhidas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.