Mesmo com redução de 40 ônibus nos horários de pico, TCCC tem estoque de diesel para operar transporte coletivo no máximo até sábado

24 de maio de 2018
Imagem Ilustrativa

Mesmo com a redução no número de ônibus em circulação nos horários de maior movimento, o estoque de óleo diesel da TCCC “deve ser suficiente para manter o sistema operando, no máximo, até sábado (26/5)”, disse o diretor-geral da concessionária, Roberto Jacomeli, no final da manhã desta quinta-feira (24/5).

Jacomeli disse que as “avaliações de estoque estão sendo feitas diariamente” e que, embora a empresa esteja tentando buscar um fornecedor alternativo, “está muito difícil”. Acrescentou que na manhã desta sexta-feira (25/5) haverá uma reunião com o secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Gilberto Purpur, para nova avaliação.

O racionamento no uso da frota da TCCC, formada por 250 ônibus, começou nesta quinta-feira. Purpur informou que das 11h às 14h e das 17h30 às 19h, “os 40 ônibus que costumam reforçar o sistema nos horários de pico permanecerão fora de circulação”. A medida visa a economizar combustível e prologar a sobrevida do estoque.

Purpur disse, também nesta manhã, que na reunião de sexta-feira será mensurada de forma mais precisa a economia resultante das medidas de racionamento. Ele não descarta, caso os bloqueios dos caminhoneiros continuem impedindo o abastecimento dos pontos de combustíveis, paralisar o sistema de transporte coletivo na segunda-feira (28/5).

Aeroporto tem querosene para operar até segunda

No Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Júnior, o superintendente Fernando Rezende, informou nesta quinta-feira que o estoque de querosene, “em se mantendo a normalidade, é suficiente para assegurar o abastecimento das aeronaves comerciais e particulares até segunda-feira (28/5)”.