Pesquisa do Procon encontra variação de 77% no preço da sardinha. Veja quanto custa 20 tipos de peixes em cinco peixarias de Maringá

Por: - 27 de março de 2018
Procon orienta os consumidores a verificarem a procedência, qualidade e conservação antes de comprar os pescados (Imagem/Pixabay)

O preço do quilo do peixe em Maringá chega a ter uma variação de 77%. Foi o que apontou pesquisa realizada pelo Procon entre os dias 21 e 23 de março em cinco peixarias da cidade. O produto com maior variação de preço é a sardinha eviscerada. Em uma peixaria o quilo custava R$ 14 e, em outra, foi encontrado por R$ 24,80.

Com a expectativa para o crescimento no consumo de pescados na Semana Santa, o Procon alerta para que os consumidores fiquem atentos e pesquisem. A variação média do levantamento de preços realizado pelo Procon foi de 30,38%.

O órgão de defesa do consumidor pesquisou 20 produtos, sem considerar se eram estrangeiros ou nacionais, a medida e se eram congelados ou frescos. Todos os preços da pesquisa são referentes ao quilo do produto.

O segundo peixe com maior variação de preço na pesquisa foi a sardinha espalmada, cerca de 58,86%. Uma das opções mais consumidas nesta época, a sardinha espalmada apresentou diferença de preços entre R$ 17,50 e R$ 27,80.

Entre as opções de filé pesquisadas, estão linguado, merluza, salmão e tilápia. A maior variação encontrada foi de 30,53% no filé de linguado. O produto custava R$ 47,50 em uma peixaria e chegou a ser encontrado por R$ 62 em outra.

Em toda pesquisa, o produto que apresentou menor variação, de 9,72%, foi o filé de salmão. Os preços variaram entre R$ 72 e R$ 79.

O Procon também analisou o preço de peixes inteiros como salmão, pintado e corvina. O que apresentou maior variação foi o pintado com 51,53%. O item que custava R$ 29,80 em um estabelecimento chegou a ser encontrado por R$ 43,90.

O salmão inteiro registrou diferença de 31,11% nos preços pesquisados. O preço do item variou entre R$ 45 e R$ 59.

O órgão de defesa do consumidor também pesquisou três opções de camarão para a Semana Santa. O camarão rosa e o camarão cinza apresentaram variação de 33,33% e 32,35%, respectivamente. O camarão sem casca sete barbas apresentou diferença de 25%. O maior preço registrado foi R$ 55 e o menor R$ 44.

Entre os peixes pesquisados, a corimba foi encontrado por R$ 14,80 em uma peixaria e por R$ 19 o quilo, em outra, diferença de 28,38%. O preço do quilo do dourado variou de R$ 38 a R$ 49, 28,95%.

O quilo do pacu que custava R$ 22 em uma peixaria chegou a ser encontrado por R$ 29, diferença de 31,82%. O peixe piapara teve variação de 11,94%. Os preços variaram entre R$ 26,80 e R$ 30.

Confira os preços da sardinha e demais produtos

O Procon alerta que os preços estão sujeitos a alterações diárias e orienta aos consumidores que antes de adquirirem qualquer produto, verifiquem a procedência, o estado de conservação e a qualidade.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.