Seborreia no cão: caspa, eu?

Seborreia no cão: caspa, eu?

Nos cães escuros é notada rapidamente, mas também acomete os claros. Dá um aspecto de flocos de neve ao corpo do animal.

Então, o que é isso?

É a chamada seborreia, uma enfermidade cutânea crônica de cães, caracterizada por um defeito na queratinização (formação da camada córnea da pele), com crescente formação de escamas. Esse aspecto, no ser humano, é conhecido como caspa.

Pode aparecer também com um excessivo engorduramento da pele e pelagem, e algumas vezes pode haver inflamação secundária.

Existem dois tipos de seborreia, a primária que ocorre devido a fatores genéticos e a secundária, que pode ser de fundo endócrino, deficiência dietética (gordura, proteína, vitamina A, zinco), má absorção ou má digestão, defeitos no metabolismo das gorduras, por ectoparasitas (ácarospulgas, carrapatos), fungos, hipersensibilidade a medicamentos, produtos de limpeza do ambiente ou do animal e calor seco.

A seborreia secundária pode ter como causas ectoparasitas, dermatites com infecção secundária, fungos, hipersensibilidade a medicamentos, produtos de limpeza do ambiente ou do animal e calor seco.

Os aspectos da seborreia primária são tipicamente a oleosidade e escamação. A seborreia secundária também é descamativa, porém mais seca. Há ainda a seborreia mista, com manifestação oleosa e seca ao mesmo tempo. Em todos os casos pode ou não haver queda de pelos e coceira.

Algumas raças são predispostas ao aparecimento da seborreia, como os Spaniels (Cockers e Springers), Bassethound, Pinscher, Doberman, Sharpei, alguns Terriers, Labradores e Dachshunds.

Um bom diagnóstico será feito por um veterinário levando-se em consideração a história do tutor, o exame físico e a eliminação de outras causas através de exames laboratoriais. A partir disso virá o tratamento, direcionado à causa específica levando à cura (geralmente na seborreia de causa secundária), ou, pelo menos, ao controle da enfermidade (quando de causa primária).

O tratamento da seborreia depende da causa, mas geralmente são usados produtos tópicos como xampus, pomadas, sprays e afins e os medicamentos de uso interno, por via oral ou injetável.

Não deixe seu cão passar vergonha e incômodo por causa de uma caspa. Leve-o ao veterinário.