Você comprou um filhotinho ou mesmo resgatou um animal abandonado nas ruas. E agora? Como escolher dentre tantos nomes de cachorro e gato?

O nome do animal é aquela palavrinha mágica que o ligará por toda a vida a seu dono! Por isso, ele deve ser bem escolhido, porque o seu bicho de estimação reagirá imediatamente a essa palavra. É claro que os cães respondem muito mais do que os gatos ao chamado pelo nome, mas mesmo assim, os bichanos precisam dessa identificação. As aves, os répteis, e os animais exóticos já não ligam tanto para nomes.

Se você for analisar, o nome é a palavra que mais será repetida na sua comunicação com seu animal: “Pitoco, bom diaaa!”, “Vem comer, Pitoco!”, “Pitoco, você rasgou o sofá???”…
De tanto ouvir seu nome, o animal, principalmente o cão, ficará condicionado e reagirá de imediato às primeiras sílabas. Ao ouvir “Pi”, ele já sabe que o negócio é com ele! Por esse motivo, nomes curtos são preferíveis, com sílabas marcantes e simples. Porém, se você quiser dar um nome longo para o seu animal, tudo bem. Meu fox paulistinha se chamava Pokemon, nome de pedigree. Deixamos assim, mas abreviávamos para Poke. Ele atendia das duas formas.

Para escolher um nome que combine, observe bem o “jeitão” do seu filhote ou do animal que você resgatou. O nome dele poderá estar relacionado com a sua personalidade: carinhoso, agitado, quietinho, bravinho, angelical…

Há pessoas que escolhem o nome do seu animal de acordo com a personalidade em destaque na época, seja em um filme, série ou novela. Cantores e personalidades marcantes também viram nomes de animais. Sadan Hussein, Xuxa, Lauretta, Tieta e Sting, dentre outras celebridades, já foram meus clientes. Em suas versões de quatro patas, é claro.

Nomes de cães famosos também são boas sugestões: Scooby, Bidú, Bandit, Spike, Beethoven, Milo, Marley, Bolt, etc..

Uma outra forma de batizar seu pet é pelas suas características físicas: gordinho, magricelo, baixinho, patas longas, etc.. O gatinho sem um olho, resgatado na rua, ganhou o nome de Pirata. O cão sem uma pata foi batizado de Saci.

Existem sites com listas de nomes de animais para te ajudar a escolher. Clique aqui e visite um deles para se basear. Porém, procure ser original.

E por último: quando começar a chamar seu animal pelo nome, associe coisas boas, como elogios, comida e carinhos. Quando ele já estiver grandinho e acostumado, aí sim você poderá dar bronca usando o nome e até o sobrenome dele se você quiser. “Pitoco Parisi, o que foi que o senhor fez com o meu sofá?” 😉